Terça-feira, 20 de fevereiro de 2024

Diretor de escola é investigado por crimes de importunação e assédio sexual contra estudante

Medidas cautelares determinam que diretor fique afastado da escola e sem contato com a vítima e testemunhas.

Postado em: 08-12-2023 às 14h29
Por: Luana Avelar
Imagem Ilustrando a Notícia: Diretor de escola é investigado por crimes de importunação e assédio sexual contra estudante
Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), através da Delegacia de Polícia de Inhumas – 16ª DRP, cumpriu mandados de busca e apreensão, bem como medidas cautelares contra o diretor de uma escola privada nesta quinta-feira (7/12). O indivíduo está sob investigação por supostos crimes de importunação e assédio sexual, ambos agravados pela idade da vítima, menor de 18 anos.

Após a vítima relatar os fatos aos seus responsáveis, estes denunciaram a situação às autoridades policiais. A polícia, então, solicitou os mandados de busca e apreensão, bem como as medidas cautelares.

O Poder Judiciário acatou o pedido e determinou que, pelo período de 30 dias, o diretor fica proibido de se aproximar ou frequentar a escola onde os crimes foram praticados. Além disso, ele também não pode ter contato com a vítima e as testemunhas envolvidas no inquérito policial. O descumprimento dessas medidas pode resultar em prisão preventiva.

Veja Também