Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

“O futuro do nosso estado será brilhante graças aos nossos jovens estudantes”, declara Daniel Vivela durante evento em Anápolis

Vice-governador participou nesta sexta-feira (08/12) da cerimônia de encerramento que premiou melhores iniciativas de escolas de todo o Estado

Postado em: 08-12-2023 às 20h14
Por: Vitória Bronzati
Imagem Ilustrando a Notícia: “O futuro do nosso estado será brilhante graças aos nossos jovens estudantes”, declara Daniel Vivela durante evento em Anápolis
Daniel Vilela participa da premiação do projeto Estudantes de Atitude, do Governo de Goiás | Foto: Jota Eurípedes

Além das disciplinas regulares, alunos e alunas da rede de ensino necessitam, também, de iniciativas que os envolvam na sociedade e os ensinem a ter comprometimento ético. Essa é a opinião do vice-governador do Goiás, Daniel Vilela, que participou nesta sexta-feira (08/12) da cerimônia de encerramento do programa Estudantes de Atitude, no Centro de Convenções de Anápolis. “O futuro do nosso estado será brilhante graças aos nossos jovens estudantes”, declarou

O programa do Governo de Goiás, voltado para a rede de ensino estadual, premiou, com cerca de R$ 567 mil, escolas e professores engajados em projetos inovadores de ensino. “A formação dos nossos jovens não pode se dar apenas no componente educacional básico. Temos de ter iniciativas para formar o cidadão e prepará-lo para viver em sociedade, ter comportamento ético e seguir regras. Esse aprendizado fará com que nós tenhamos uma nova cultura no nosso país”.

O projeto Estudantes de Atitude, que é uma iniciativa do Estado de Goiás, realizada em parceria entre a Controladoria-Geral do Estado (CGE/GO) e a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), chegou em sua 4ª edição neste ano. O programa tem como principal objetivo promover a prática da cidadania e a participação social dentro das escolas da rede pública estadual. Por meio de uma competição gamificada, os alunos são estimulados a exercerem práticas relacionadas à transparência, controle social, voluntariado e prevenção à corrupção.

Continua após a publicidade

Eles exercem seus direitos de cidadãos através de algumas etapas do jogo, sendo elas a formação de time, auditoria cívica e tarefa especial, que neste ano foi fazer uma pesquisa sobre Felicidade Interna Bruta (FIB), onde buscou-se descobrir o grau de felicidade da comunidade escolar, a partir dos indicadores adotados pela ONU. “Sabemos o quanto foi trabalhado nesses últimos dias. Não foi fácil selecionar 40 escolas. Isso movimentou o estado inteiro. Hoje, esse projeto é conhecido no Brasil. Nosso papel seguirá sendo o de mobilização”, afirmou a titular da Seduc, Fátima Gavioli.

Neste ano, o programa contou com 776 escolas inscritas de 219 municípios envolvidos, mais de 40 mil estudantes do 6º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio.

Para o controlador-geral do Estado, Henrique Ziller, a “educação é uma atividade, uma função do governo absolutamente fundamental, primordial, e aqueles países que conseguiram investir bem em educação avançaram. Então, todos esses projetos com o incentivo a esse setor, incentivando o protagonismo dos estudantes caminham nessa direção”.

Veja Também