Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Semad autua dois flagrantes de desmatamento ilegal em menos de 24 horas

Além da multa, os equipamentos e maquinários também foram apreendidos

Postado em: 09-12-2023 às 09h00
Por: João Victor Reynol de Andrade
Imagem Ilustrando a Notícia: Semad autua dois flagrantes de desmatamento ilegal em menos de 24 horas
O dano ambiental foi em torno de 190 hectares | Foto: Semad

A Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) relatou ter autuado duas ocorrências de desmatamento no estado em menos de 24 horas, sendo uma delas com multa de R$ 211 mil reais em propriedade rural no município de Mara Rosa. De acordo com as autoridades, o dano foi numa área em torno de 190 hectares, sendo 3,5 dentro de Área de Preservação Permanente (APP). Além da multa, os equipamentos e maquinários também foram apreendidos. 

De acordo com a pasta do governo estadual, o delito foi flagrado através da equipe de monitoramento de geoprocessamento que utiliza imagens atualizadas de satélites orbitais. Este é o segundo caso neste mês envolvendo a deflagração de desmatamento por equipamentos de satélite. Logo após isso, a secretaria enviou fiscais após a confirmação da ocorrência de crime ambiental, na qual autuaram multa para a destruição ilegal de vegetação nativa em APP de R$ 24 mil e para a irregularidade observada em área passível de R$ 187 mil. 

A segunda ocorrência ocorreu no distrito de Buenolândia, que fica dentro do município da cidade de Goiás, e foi flagrado a destruição de 7 hectares de vegetação nativa com uma multa no valor de R$ 8 mil. Este foi o segundo incidente também envolvendo a equipe de geoprocessamento de satélite que notificou a equipe fiscal a caminho de volta de outro acontecimento. Além da multa aplicada, os equipamentos e maquinários foram apreendidos.

Continua após a publicidade

Na primeira semana de dezembro, o jornal O Hoje relatou que a mesma equipe flagrou uma outra ocorrência de 78 hectares de desmatamento no município de Crixás. Contudo, vale ressaltar que o estado de Goiás é protagonista na redução de 18% de desmatamento pelo Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) e pelo Ministério do Meio Ambiente, o estado com maior crescimento foi a Bahia com aumento de 38%. Com isso, o plano da secretaria de Goiás é para ter desmatamento ilegal zero até o ano de 2030 junto com o planejamento ambiental da Organização das Nações Unidas (ONU). 

Vale lembrar também que o equipamento de satélite com uso licenciado do Semad pelo Ministério da Justiça é responsável por averiguar casos além de desmatamento para ocorrências de incêndio florestais, muito comuns em épocas de estiagem. Por causa disso, o número de incêndios em Goiás reduziu pela metade nos cinco anos passados, saindo de 7 mil casos em 2019 para pouco mais de 4700 em 2023.

Veja Também