Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Goiás registra quase 250 incêndios em caminhões e carretas este ano

As equipes demoraram cerca de 4 horas até conseguir controlar as chamas

Postado em: 09-12-2023 às 12h00
Por: Matheus Santana
Imagem Ilustrando a Notícia: Goiás registra quase 250 incêndios em caminhões e carretas este ano
Incêndio ocorreu na quarta (6) em Catalão, no interior goiano | Foto: Corpo de Bombeiros

Nesta primeira semana de dezembro já foram registrados dois incêndios com veículos de carga nas rodovias de Goiás. Nesta última segunda-feira (4) uma carreta carregada de gasolina, etanol e diesel S-10 pegou fogo na rodovia BR-153, o acidente aconteceu na parte da tarde e contou com a rápida intervenção do Corpo de Bombeiros de Goiatuba e com a ajuda de uma equipe de Morrinhos.

Ao chegarem no local, os bombeiros foram surpreendidos com um incêndio em grande proporção, em um dos compartimentos carregados de gasolina. As equipes demoraram cerca de 4 horas até conseguir controlar as chamas. Os militares utilizaram 20 litros de água das viaturas e quatro galões de líquido gerador de espuma para combater o fogo, esse esforço resultou na preservação de 70% da carga de combustível. O acidente não deixou feridos.

Ainda no decorrer dessa semana, Goiás registrou mais um incêndio com um veículo de carga, desta vez a ocorrência foi próximo à descida do “S”, sentido Catalão e Araguari (MG). O veículo pegou fogo após ter tombado. Equipes do Corpo de Bombeiros de Catalão foram acionados para combater as chamas, eles utilizaram cerca de 15 mil litros de água para controlar o fogo. Segundo os militares não houve feridos. 

Continua após a publicidade

Dados divulgados pelo Corpo de Bombeiros mostram que em 2022 foram registradas 16 ocorrências de veículos de carga perigosa e 211 envolvendo veículos de carga. Até dezembro de 2023, por outro lado, o número de veículos de carga perigosa caiu, registrando apenas 12 casos, porém em relação a veículos de carga o número sobe para 237, esse aumento representa 12%, quando comparado ao ano passado.

O Jornal O Hoje conversou com o 1º Tenente Lucas Nunes Dantas para saber quais são as precauções que os motoristas de cargas perigosas devem tomar, para evitar qualquer tipo de transtorno com incêndios.

“No caso de transporte de produtos perigosos da classe dos líquidos inflamáveis, como aconteceu em Goiatuba, o próprio transporte do produto já oferece um risco, visto que o perigo de inflamabilidade é inerente ao produto transportado”, explica o 1º Tenente dos Bombeiros. “Porém, as causas do incêndio podem ser as mais diversas: seja pela quantidade de produto em excesso no transporte, seja por um erro no carregamento ou descarregamento do produto, seja por um acidente rodoviário, entre outros fatores”, conclui Lucas Nunes Dantas. 

O militar também alerta que os próprios produtos transportados podem ser uma das causas dos incêndios. “O que pode ser dito é que esses produtos são extremamente incompatíveis com fontes de ignição, ou seja, quando há a presença de uma fonte de ignição, seja um isqueiro ou até mesmo um celular, esse produto pode facilmente se inflamar, gerando bastante risco as pessoas que estão próximas devido à característica do produto e a sua quantidade, podendo ocorrer até mesmo explosão do recipiente que o contém”, alerta o Tenente.

Já ao fim da entrevista o 1º Tenente faz orientações sobre como agir nesses casos: “Quando o sinistro acontecer, o motorista deve ficar distante da carga, conforme preconiza a Ficha de Dados de Segurança do Produto Perigoso que ele transporta e, consequentemente, do fogo e ao estar num local de segurança, deve acionar o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás via 193, bem com contatar o dono da carga para informá-lo do ocorrido”.

Veja Também