Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Goiás anuncia medidas de segurança para mulheres no transporte coletivo

"As mulheres vão se sentir tranquilas, não vai ter mais assédio, porque elas sabem que a polícia vai chegar e vai prender”, enfatizou Caiado

Postado em: 30-01-2024 às 09h42
Por: Redação
Imagem Ilustrando a Notícia: Goiás anuncia medidas de segurança para mulheres no transporte coletivo
Novas estratégias, que visam proteger especialmente as mulheres, serão implantadas a partir deste ano nos terminais e estações | Foto: Divulgação

Na última segunda-feira (29), o governador Ronaldo Caiado (UB) anunciou um pacote de melhorias para o transporte coletivo na Região Metropolitana de Goiânia, destacando especialmente medidas voltadas para a segurança dos usuários. Novas estratégias, que visam proteger especialmente as mulheres, serão implantadas a partir deste ano nos terminais e estações. “As mulheres vão se sentir tranquilas, não vai ter mais assédio, porque elas sabem que a polícia vai chegar e vai prender”, enfatizou Caiado. 

Com dois terços dos usuários sendo mulheres, a integração dos aplicativos Mulher Segura e SiMRMTC será uma realidade. Essa integração permitirá que as mulheres tenham acesso direto aos serviços oferecidos pela Segurança Pública do Estado, incluindo localização e telefones de batalhões e delegacias próximas, registro de ocorrências direto com a Polícia Militar de Goiás (PMGO) e acionamento de viaturas por meio de chat.

“Com essa integração, damos mais um passo importante para a proteção das nossas goianas. Queremos que essa mulher, caso seja vitimada, tenha acesso imediato às forças de segurança para que ela possa preservar a sua vida”, ressaltou a coordenadora do Goiás Social, primeira-dama Gracinha Caiado.

Continua após a publicidade

O presidente da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), secretário-geral de governo Adriano da Rocha Lima, falou sobre a agilidade e eficiência do aplicativo. “Em qualquer situação que a mulher estiver sentindo desconforto, ela pega o celular, sem alarde, aperta um botão e automaticamente a polícia é acionada e vai tomar todas as providências”, sublinhou

Além disso, o projeto Nova RMTC (Rede Metropolitana de Transporte Coletivo) prevê investimentos em tecnologia, incluindo sistema de reconhecimento facial, instalação de câmeras de vigilância e implementação de canais de denúncia nos terminais e estações. As 6.560 câmeras instaladas em toda a RMTC (100% dos ônibus, terminais e estações) serão integradas à Central de Segurança do Transporte, que está ligada à Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO). O aparato conferirá agilidade à ação policial. Além dos equipamentos, haverá reforço na iluminação, sinalização e acessibilidade.

“A tecnologia é uma importante aliada no combate à violência. São ações que visam garantir um ambiente acolhedor e protegido para todos os cidadãos que utilizam o transporte coletivo”, finalizou Caiado.

Nova função

As novas estratégias de segurança no transporte coletivo são uma das várias ações já anunciadas pelo Governo de Goiás em prol das cidadãs goianas. No ar há menos de um ano, o próprio aplicativo Mulher Segura, que agora ganha nova função, se consolida como importante ferramenta de proteção. Até 29 de janeiro, o aplicativo gerou 924 Registros de Atendimento Integrado (RAI). Entre eles, abordagens para averiguação de suspeitos e denúncias sobre ameaça, lesão corporal e descumprimento de medida protetiva.

Ainda na gestão Caiado, houve a criação da ‘Rede estadual de enfrentamento à violência contra mulher’, bem como a capacitação de forças policiais para atendimento de ocorrências específicas. Já o Goiás por Elas destina R$ 300 mensais durante 12 meses para mulheres que estejam em pobreza e extrema pobreza e tenham medida protetiva de urgência concedida.

Veja Também