Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Serial killer tinha lista de 5 pessoas para matar, revela polícia

O delegado responsável pelo caso, Marcus Cardoso, afirmou que, quando estava sob efeito de drogas, o suspeito se vangloriava das mortes para pessoas próximas, chegando a descrever os casos em detalhes

Postado em: 28-02-2024 às 16h13
Por: Rauena Zerra
Imagem Ilustrando a Notícia: Serial killer tinha lista de 5 pessoas para matar, revela polícia
O homem de 51 anos foi preso suspeito de ter assassinado pelo menos três moradores de rua e usuários de drogas em Goiânia I Foto> Divulgação/PCGO

O suposto serial killer denominado pela corporação goiana como “Vampiro de Goiânia”, foi preso neste último domingo (25), após a polícia receber denúncias anônimas. Em entrevista ao O Hoje, o delegado responsável pelo caso, Marcus Cardoso, afirmou que, quando estava sob efeito de drogas, o suspeito se vangloriava das mortes para pessoas próximas, chegando a descrever os casos em detalhes, o que motivou os informantes a procurarem as autoridades.

A polícia chegou até o suspeito depois de receber duas denúncias anônimas. “Bem como a denúncia falou que ele tinha uma lista com 5 pessoas que ele queria matar, estamos verificando se tem mais corpos ali na região”, explicou o delegado.  

O homem de 51 anos foi preso suspeito de ter assassinado pelo menos três moradores de rua e usuários de drogas em Goiânia, na região norte da capital. De acordo com o delegado Marcus Cardoso, o suspeito cometeu os homicídios por prazer, chegando a arrancar o coração das vítimas e consumir seu sangue em alguns casos.

Continua após a publicidade

Marcus revelou que o homem pode ter feito mais duas vítimas, elevando o total de mortes para cinco. Além dos crimes atualmente em investigação, ele já tem antecedentes por três homicídios. Os delitos teriam ocorrido entre dezembro de 2023 e fevereiro deste ano. O suspeito foi preso pela Polícia Militar (PM) no último domingo, (25).

Entenda o caso 

A Polícia Civil (PC) está considerando a possibilidade de que o homem seja um serial killer operando na região norte da capital.Todas as vítimas são homens e, conforme Marcus, podem ter sido atraídas por drogas pelo investigado que também é dependente químico. 

“O modus operandi dele era atrair essas pessoas vulneráveis para executá-las, mas não há registros de canibalismo. No interrogatório, ele confessou a prática dos três homicídios, mas negou que tenha matado outras duas pessoas e que tenha consumido o sangue”, explicou. 

O primeiro corpo foi encontrado no dia 16 de dezembro no Setor Norte Ferroviário com sinais de traumatismo cranioencefálico. No dia 26 do mesmo mês, a corporação encontrou a segunda vítima no Setor Crimeia-Oeste, com sinais de estrangulamento e com o corpo carbonizado, de acordo com o delegado.

O terceiro corpo foi encontrado mais de um mês depois, em 11 de fevereiro, no dia 11, enrolado em um lençol e em um colchão no Setor Crimeia-Leste. Todas as vítimas são homens e, conforme Marcus, podem ter sido atraídas por drogas pelo investigado que também é dependente químico. 

Com a ajuda da Polícia Técnico-Científica, foi localizado bastante sangue humano em um dos endereços vinculados a ele. O material foi coletado e será confrontado com os corpos encontrados na região.Suspeito tinha lista de 5 pessoas para matar, revela polícia

Veja Também