Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Governo de Goiás vai implantar projeto de modernização da Ceasa

Ações serão norteadas por estudo conduzido pelo Sebrae

Postado em: 25-03-2024 às 15h54
Por: Luan Monteiro
Imagem Ilustrando a Notícia: Governo de Goiás vai implantar projeto de modernização da Ceasa
Ações serão norteadas por estudo conduzido pelo Sebrae. | Foto: Divulgação

O Governo de Goiás vai modernizar as Centrais de Abastecimento (Ceasa), em Goiânia, com vistas ao fortalecimento do comércio de hortaliças e frutas no estado. As ações serão norteadas por um estudo conduzido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), lançado nesta segunda-feira (25/3), em evento com a presença do governador Ronaldo Caiado e da coordenadora do Goiás Social e primeira-dama do estado, Gracinha Caiado.

“O Estado tem que se preocupar cada vez mais em oferecer estrutura e serviços de qualidade aos produtores que chegam ali para poder comercializar os seus produtos, como também para as pessoas que compram. Isso é fundamental”, disse Caiado. “A Ceasa é a quinta maior do país e agora, com essas novas propostas, pode se tornar um modelo para o Brasil”, acrescentou.

A divulgação do estudo ocorre no mesmo mês em que o governo anunciou a criação de um Grupo de Trabalho para elaborar um plano de reforma e modernização da Ceasa. A equipe é liderada pelo vice-governador Daniel Vilela e terá como prioridade o atendimento de demandas emergenciais, como a construção de um novo estacionamento e a reestruturação da rede de energia elétrica.

Continua após a publicidade

A pesquisa “Caminhos para o Fortalecimento da Ceasa Goiás” mapeou, ao longo de 2023, os fluxos comerciais dos principais produtos de hortifruti em território goiano, além de colher percepções das empresas que interagem com a Ceasa, seja como compradoras ou vendedoras. Foram respondidas questões como “Por que eu compro na Ceasa?” e “Quais as dificuldades em se comprar na Ceasa?”, registradas críticas e sugestões.

“A Ceasa não é só um patrimônio goiano, mas do Brasil. Tem a missão de levar o alimento à mesa do cidadão. Comercializamos praticamente todos os estados da federação”, pontuou o presidente da Ceasa, Manoel Castro, o Fião, que se comprometeu a analisar as mudanças sugeridas. “Vamos superar gargalos no processo de comercialização, que pode ser melhorado”.

A primeira-dama Gracinha Caiado ressaltou a importância da iniciativa. “Além de ouvir os concessionários e compradores, o presidente e o governador terão um diagnóstico sobre oportunidades de melhoria. Em todos os programas do Agro é Social, frente do Goiás Social voltada para o setor, nós falamos em dar condições para que os agricultores familiares possam produzir mais, melhor, e vender seus produtos”, afirmou.

A Ceasa é uma sociedade de economia mista de direito privado em que o Estado de Goiás é o acionista majoritário, detentor de 99% das ações. Recebe cerca de 15 mil pessoas por dia para comercialização de produtos em 16 pavilhões, localizados às margens da BR-153, em Goiânia. Em 2023, o entreposto movimentou R$ 3,5 bilhões de reais, resultado da venda de 950 mil toneladas de alimentos.

Estudo

Para realizar o trabalho, o Sebrae contou com a parceria do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária em Goiás (Ifag). Juntos, fizeram o maior levantamento já realizado sobre as centrais desde sua criação, em 1975. “O Sebrae tem o seu papel determinante no apoio às micro e pequenas empresas. E nós enxergamos que apoiar a Ceasa vai proporcionar, diretamente, o desenvolvimento regional e prover, acima de tudo, a nossa inclusão social”, afirmou o diretor superintendente do Sebrae Goiás, Antônio Carlos de Souza Lima Neto.

Os especialistas sugerem à Ceasa-GO promover, inicialmente, uma melhor estruturação, com organização dos fluxos dos agentes econômicos e de pessoas. A ampliação do estacionamento e o melhor acesso aos locais de compra são pontos de melhoria a serem observados; assim como incremento na segurança e repressão ao consumo de drogas ilícitas, e ações para reduzir a presença de atravessadores.

Veja Também