Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás começa campanha de segurança durante o feriado religioso

O objetivo é não apenas atuar em emergências, mas também prevenir ocorrências por meio de ações educativas e de fiscalização

Postado em: 26-03-2024 às 12h40
Por: Matheus Santana
Imagem Ilustrando a Notícia: Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás começa campanha de segurança durante o feriado religioso
O objetivo é não apenas atuar em emergências, mas também prevenir ocorrências por meio de ações educativas e de fiscalização | Foto: CBMGO

Nesta quarta-feira (27), o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) lança a Operação Semana Santa 2024, que pretende garantir a segurança dos goianos durante o feriado religioso. A operação terá início com a tradicional Procissão do Fogaréu, na Cidade de Goiás, e se estenderá até o dia 1º de abril, abrangendo todo o Estado.

O objetivo é não apenas atuar em emergências, mas também prevenir ocorrências por meio de ações educativas e de fiscalização. Durante a Operação Semana Santa, os bombeiros militares estarão inspecionando instalações e estruturas que possam representar riscos à segurança pública. Além disso, serão realizadas ações de conscientização e distribuição de materiais educativos, buscando orientar a população sobre medidas de segurança no trânsito, balneários, rios, lagos e em locais de grande aglomeração.

Uma das principais preocupações dos bombeiros nesta operação é a prevenção de afogamentos. Isso tem sido uma das principais causas de morte por acidentes no Brasil, e muitas vezes esses acidentes acontecem de forma silenciosa, sem alardes ou sinais visíveis. Esses ocorridos também podem ser evitados com medidas simples e cuidados básicos, principalmente em locais onde não há a presença de salva-vidas.

Continua após a publicidade

Durante a Operação Semana Santa do ano passado, o CBMGO registrou 1.971 ocorrências, incluindo acidentes de trânsito, afogamentos e outras emergências. Além disso, a operação também contabilizou 32 óbitos, sendo quatro deles por afogamento. No total, foram atendidos sete casos de afogamento durante o feriado prolongado. A conscientização sobre os riscos e a adoção de medidas preventivas são fundamentais para evitar tragédias e garantir a segurança de todos durante o período de Semana Santa.

Veja Também