Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Marginal Botafogo recebe plantio de 3,5 mil árvores para recomposição florestal

Fazendo jus ao título “Cidade Árvore do Mundo”, concedido pela ONU, marginal terá recomposição em 7,4 Km de extensão

Postado em: 29-03-2024 às 11h30
Por: Alexandre Paes
Imagem Ilustrando a Notícia: Marginal Botafogo recebe plantio de 3,5 mil árvores para recomposição florestal
Mudas frutíferas serão plantadas em quatro trechos da Marginal, garantindo alimentação para aves | Foto: Paulo José/Amma

A Marginal Botafogo é o berço do projeto de recomposição florestal para o plantio de 3,5 mil mudas de árvores ao longo de 7,4 km de extensão. O ato marcou a celebração ao recebimento do título “Tree Cities Of the World” ou “Cidade Árvore do Mundo”, pela Prefeitura de Goiânia, que é um reconhecimento da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO-ONU) e Fundação Arbor Day.

O presidente da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), Nadim Neme Neto, destacou a importância do recebimento da placa, que contempla Goiânia como Cidade Árvore do Mundo, e a comemoração com o plantio de mais 3,5 mil mudas na cidade. Para ele, o reconhecimento é resultado das ações da Prefeitura em prol do meio ambiente. “Plantamos mais de 300 mil mudas por toda a cidade nos últimos 3 anos, inclusive recuperando áreas que estavam degradadas, assim como nascentes, visando a sustentabilidade ambiental da nossa Capital”, pontuou.

De acordo com o projeto da Amma, serão plantadas mudas específicas para cada trecho da via, conforme suas particularidades. O superintendente de Gestão Ambiental e Licenciamento da Amma, Ormando Pires, explicou que mudas frutíferas serão plantadas em quatro trechos da Marginal, garantindo alimentação para aves, mas sem atrair animais como macacos e outros mamíferos. “O intuito do planejamento é não atrapalhar o trânsito no futuro com a presença de animais, em uma via tão movimentada. Mesmo assim, garantindo um dos maiores e mais belos corredores verdes de Goiânia”, explica.

Continua após a publicidade

A assessora técnica da Amma, Fabíola Oliveira, afirmou que o foco está na arborização da Marginal, dividida em nove trechos, com árvores adaptadas ao local para absorver impactos do trânsito e melhorar a estética. As árvores foram selecionadas, considerando fatores como resistência à seca, proximidade de áreas de alta tensão e inclinação do terreno”.

A margem do Córrego Botafogo está sendo contemplada da Alameda Botafogo, com início na Avenida 2ª Radial, no Setor Pedro Ludovico, até a Rua Z1, no Setor Norte Ferroviário. No primeiro trecho, onde já começou o plantio entre a Avenida 2ª Radial até a Rua 1018, estão sendo colocadas 645 mudas de espécies variadas em 12.928 metros quadrados. 

Já no trecho dois serão plantadas árvores de Ipê Amarelo e Ipê Roxo, entre a Avenida 2ª Radial até a Avenida Deputado Jamel Cecílio. No trecho três, entre a Avenida Deputado Jamel Cecílio até a Avenida A, o plantio será de Ipê branco. “As faixas permeáveis nesses pontos são estreitas. Portanto, as árvores escolhidas possuem tronco reto a levemente tortuoso, não sendo tão grandes”, explica o biólogo Leandro Georges, autor do projeto.

Veja Também