Empresário goianiense é suspeito de receber auxílio emergencial indevidamente

Postado em: 06-03-2021 às 14h40
Por: Redação
De acordo com a denúncia, o dono de restaurante Eduardo José Gonçalves Santiago teria solicitado o recebimento do benefício por três meses em 2020 | Foto: Arquivo pessoal

Da redação

Denúncia realizada aponta que o empresário e proprietário do
restaurante Guayá Comedoria, Eduardo José Gonçalves Santiago, teria recebido o
valor de R$1800,00, referentes a três meses do auxílio emergencial, em 2020.

A suspeita é de que o empresário teria solicitado o
recebimento do benefício nos meses de maio, julho e agosto. A indignação
surgiu, pois Eduardo José é proprietário, com mais dois irmãos, de um
restaurante de culinária sofisticada. O estabelecimento do chef de cozinha fica
localizado no Centro de Goiânia.

Quem pode receber o
auxílio emergencial?

De acordo com a Caixa Econômica Federal, podem receber o
benefício: Microempreendedores individuais (MEI); – Contribuinte individual da
Previdência Social; – Trabalhador Informal. Pertença à família cuja renda
mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda
familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00)

A reportagem do O Hoje tentou entrar em contato
com o chef de cozinha, mas não obteve retorno das ligações e mensagens
realizadas para Eduardo José. O espaço está aberto, caso o empresário queira se
manifestar.  

Compartilhe: