Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Com Neymar de volta, Brasil encara a Coreia do Sul, pelas oitavas de final da Copa do Mundo

Recuperado de lesão, o camisa 10, que ficou fora das duas últimas partidas do Brasil na Copa do Mundo, deve começar a partida entre os titulares

Postado em: 05-12-2022 às 09h45
Por: Breno Modesto
Recuperado da lesão que o tirou dos últimos dois jogos, Neymar deve ser titular contra a Coreia do Sul | Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Depois do tropeço diante de Camarões, na última rodada da fase de grupos, onde atuou com uma equipe reserva, o Brasil volta a campo pela Copa do Mundo nesta segunda-feira (5). Desta vez, pela fase mata-mata do Mundial. Às 16h (de Brasília), a Seleção Brasileira enfrentará a Coreia do Sul, no Stadium 974, em Doha, pelas oitavas de final da competição.

O duelo marcará o retorno de Neymar ao time comandado por Tite. Recuperado de lesão, o camisa 10, que ficou fora das duas últimas partidas do Brasil na Copa do Mundo, deve começar a partida entre os titulares. Em contrapartida, a seleção seguirá sem Alex Sandro, que, assim como Neymar, se lesionou logo na estreia, contra a Sérvia.

Além de Alex Sandro, Tite também não terá as presenças de Alex Telles e Gabriel Jesus, que também se lesionaram e que já estão cortados. Desta maneira, Danilo, que retorna à equipe, deve ser remanejado para fazer a função de lateral-esquerdo. Na direita, em sua vaga, deve entrar Éder Militão.

Continua após a publicidade

Coreia do Sul

Depois de encerrar a fase de grupos derrotando Portugal, a seleção da Coreia do Sul quer continuar “aprontando” nesta Copa do Mundo. Para isso, os sul-coreanos depositam todas as suas esperanças no atacante Heung-Min Son, que joga no Tottenham, da Inglaterra.

Principal nome da equipe asiática, o jogador, de 30 anos, que atua mais pelo lado esquerdo do campo, tem a missão de dar o último passe aos companheiros de ataque e, quando possível, balançar as redes adversárias, o que ainda não aconteceu neste Mundial.

Além dele, a Coreia do Sul tem outros bons jogadores, como o volante Hwang In-Beom, do Olympiakos, da Grécia, o zagueiro Young-Gwon Kim, que atua pelo Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul, e o atacante Gue-Sung Cho, do Jeonbuk Motors, também da Coreia do Sul.

Histórico

A partida desta segunda-feira (5) será a oitava da história entre Brasil e Coreia do Sul, sendo a primeira disputada em uma edição de Copa do Mundo. Nas sete vezes anteriores, os brasileiros foram quem mais venceram. Até aqui, o histórico do confronto registra seis vitórias dos sul-americanos. Os coreanos triunfaram em uma única oportunidade.

O último encontro aconteceu há pouco mais de seis meses. Em um amistoso disputado no dia 2 de junho, em Seul, na Coreia do Sul, a seleção brasileira goleou a seleção sul-coreana pelo placar de 5 a 1. Na ocasião, Richarlison, Neymar, duas vezes, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus fizeram os gols do triunfo brasileiro. Hwang Ui-Jo fez o de honra dos asiáticos.

Ficha técnica
Brasil x Coreia do Sul

Data: 5 de dezembro de 2022
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Stadium 974, em Doha (QAT)

Árbitro: Clément Turpin (FRA)
Assistentes: Nicolas Danos (FRA) e Cyril Gringore (FRA)
VAR: Jerome Brisard (FRA)

Brasil: Alisson, Éder Militão (Daniel Alves), Marquinhos, Thiago Silva e Danilo; Casemiro, Lucas Paquetá e Neymar; Raphinha, Richarlison e Vini Jr.
Técnico: Tite

Coreia do Sul: Seung-gyu Kim; Moon-hwan Kim, Min-jae Kim, Young-gwon Kim e Jin-su Kim; Woo-Young Jung, In-beom Hwang e Woo-Yeong Jeong; Hee-chan Hwang, Gue-Sung Cho e Heung-min Son.
Técnico: Paulo Bento

Veja Também