Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Com primeiro tempo arrasador, Brasil goleia a Coreia do Sul e vai às quartas de final da Copa

No Stadium 974, em Doha, a seleção brasileira bateu a sul-coreana por 4 a 1

Postado em: 05-12-2022 às 17h54
Por: Breno Modesto
Com gols de Vini Jr., Neymar, Richarlison e Lucas Paquetá, o Brasil derrotou a Coreia do Sul por 4 a 1 | Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil está classificado para as quartas de finais da Copa do Mundo. Com direito a goleada, o time comandado pelo técnico Tite derrotou a Coreia do Sul e se garantiu na próxima fase do mata-mata do Mundial. No Stadium 974, em Doha, a seleção brasileira bateu a sul-coreana por 4 a 1. Vini Jr., Neymar, Richarlison e Lucas Paquetá fizeram os gols da classificação sul-americana. Paik Seung-Ho anotou o de honra dos asiáticos.

Na próxima fase, o Brasil enfrentará a Croácia, que precisou da disputa por pênaltis para eliminar o Japão. A partida será disputada já na próxima sexta-feira (9), às 12h (de Brasília), no Education City Stadium, em Doha. Quem passar, pegará, na semifinal, o ganhador do duelo entre Holanda e Argentina, que também acontecerá na sexta (9).

O jogo

Continua após a publicidade

O Brasil começou o mata-mata da Copa do Mundo de 2022 da melhor maneira possível. Vindo de derrota para Camarões, onde atuou com a equipe reserva, a seleção brasileira foi para cima da Coreia do Sul desde os primeiros minutos de jogo, tanto que não demorou muito para marcar o primeiro gol, que saiu com apenas seis minutos.

Depois de tabelar com Casemiro, Lucas Paquetá acionou Richarlison, que foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para a área. A bola passou por todos que estavam dentro da pequena área e sobrou para Vini Jr., livre. O camisa 20 só teve o trabalho de dominar e mandar para o fundo das redes sul-coreanas, abrindo o placar no Stadium 974.

Seis minutos depois, Richarlison foi derrubado por Jung Woo-Young dentro da área. Imediatamente, o árbitro Clément Turpin assinalou a penalidade máxima a favor da seleção brasileira. Neymar, que havia ficado de fora das últimas duas partidas da fase de grupos, pegou a bola e foi para a batida. Na cobrança, o camisa 10 mandou no canto esquerdo de Kim Seung-Gyu, que ficou ajoelhado no meio do gol.

Na marca de 28 minutos, veio o terceiro. E foi um golaço. Richarlison limpou a marcação coreana, tocou para Casemiro, que esticou para Marquinhos, que passou para Thiago Silva. Com um belo passe, o camisa 3 devolveu para Richarlison, que, dentro da área, só tocou na saída do goleiro Kim Seung-Gyu e ampliou o marcador.

O quarto gol saiu ainda no primeiro tempo. Richarlison partiu em disparada e tocou para o Neymar, que corria ao seu lado. O camisa 10 percebeu a movimentação de Vini Jr., na ponta esquerda, e fez o passe. O atacante do Real Madrid foi à linha de fundo e cruzou, na medida, para Lucas Paquetá chegar completando e anotar o 4 a 0 no placar. Isso tudo com apenas 35 minutos.

No segundo tempo, o Brasil, com a grande vantagem construída na primeira etapa, foi menos intenso e viu a Coreia do Sul diminuir o marcador. Aos 30 minutos, os sul-coreanos levantaram a bola na área e viram Casemiro afastar o perigo. Mas, no rebote, Paik Seung-Ho pegou de fora da área e acertou um chutaço, fazendo o de honra dos asiáticos.

Ficha técnica
Brasil 4×1 Coreia do Sul

Data: 5 de dezembro de 2022
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Stadium 974, em Doha (QAT)

Gols: Vini Jr. (6’/1T), Neymar (12’/1T), Richarlison (28’/1T) e Lucas Paquetá (35’/1T) – BRA; Paik Seung-Ho (30’/2T) – COR

Árbitro: Clément Turpin (FRA)
Assistentes: Nicolas Danos (FRA) e Cyril Gringore (FRA)
VAR: Jerome Brisard (FRA)

Brasil: Alisson (Weverton); Éder Militão (Daniel Alves), Marquinhos, Thiago Silva e Danilo (Bremer); Casemiro, Lucas Paquetá e Neymar (Rodrygo); Raphinha, Richarlison e Vini Jr. (Gabriel Martinelli).
Técnico: Tite

Coreia do Sul: Kim Seung-Gyu; Kim Moon-Hwan, Kim Min-Jae, Kim Young-Gwon e Kim Jin-Su (Hong Chul); Hwang In-Beom (Paik Seung-Ho), Jung Woo-Young (Son Jun-Ho) e Lee Jae-Sung (Lee Kang-In); Hwang Hee-Chan, Cho Gue-Sung (Hwang Ui-Jo) e Son Heung-Min.
Técnico: Paulo Bento

Veja Também