Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

SAG elege DiCaprio e Idris Elba

Sindicato dos Atores confirma Leo como melhor ator do ano e premia Elba como coadjuvante

Postado em: 02-02-2016 às 00h00
Por: Redação
Imagem Ilustrando a Notícia: SAG elege DiCaprio e Idris Elba
Sindicato dos Atores confirma Leo como melhor ator do ano e premia Elba como coadjuvante

O SAG Awards, prêmio do sindicato dos atores americanos, coroou na noite de sábado Spotlight: Segredos Revelados. Os artistas do filme, que tem nomes como Mi­chael Keaton, Liev Schreiber, Rachel Mc Adams e Mark Ruffalo, ganharam o troféu de melhor elenco de cinema. O longa-metragem, dirigido por Thomas McCarthy, acompanha a apuração jornalística que denunciou casos de pedofilia na Igreja Católica em Boston (EUA). 

“O filme não é apenas para redimir os sobreviventes daquela situação terrível, é para os marginalizados. É para a cidade de Flint, para os cidadãos de Michigan, para aqueles que não têm poder”, discursou Keaton. 

Se o evento pode ser um termômetro para o Oscar, que será realizado no dia 28, Leonardo DiCaprio segue forte na busca pela inédita estatueta em sua sexta indicação ao mai­or prêmio do cinema. Por sua atuação em O Regresso, de Alejandro González Iñárritu, o astro saiu da cerimônia consagrado como o melhor ator de cinema. 

Continua após a publicidade

“Todos nós estamos nos ombros de gigantes. Agradeço a todos os atores do passado que me inspiraram e inspiram os profissionais que estão nesta cerimônia”, disse ele. A vencedora do troféu de melhor atriz de cinema foi Brie Larson. Ela foi eleita pelo dra­ma O Quarto de Jack, de Lenny Abrahamson.

Em meio às criticas contra a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas pela falta de diversidade entre os indicados deste ano, o SAG Awards 2016 se destacou positivamente pelo oposto. Ignorado pelo Oscar, Idris Elba ganhou o prêmio de melhor ator coadjuvante por Beasts of no Nation, além de levar a honraria de melhor ator em televisão por seu papel na série Luther. A melhor atriz coadjuvante em cinema foi Alicia Vikander, por A Garota Dinamarquesa.

“Senhoras e senhores, bem-vindos à televisão com diversidade”, brincou o ator, ao receber um dos prêmios. Já a categoria de melhor atriz em filmes para a TV ou minisséries consagrou Queen Latifah. Ela interpreta a cantora Bessie Smith, em Bessie. 

Outras atrizes negras premiadas foram Uzo Aduba, de Orange Is The New Black, e Viola Davis, de How to Get Away With Mur­der, eleita a melhor atriz em série dramática. “Olhem para este palco”, disse Laura Prepon, de Orange Is The New Black, quando subiu com os colegas para receber o prêmio de melhor elenco em série de comédia. “Isso é o que nós falamos quando pedimos mais diversidade. Diferentes raças, cores, credos e orientações sexuais.

Jeffrey Tambor foi premiado como melhor ator em série de comédia por sua interpretação em Transparent, série da Amazon. O ator vive a transgênero Maura Pfefferman, que decide sair do armário apenas na meia idade. 

Também na TV, a última temporada do drama de época inglês Downton Abbey rendeu ao elenco a estatueta de melhor atuação. Kevin Spacey, de House of Cards, ganhou como melhor ator em série dramática. (Agência O Globo)

 

Veja Também