Cuidados com a alimentação no Carnaval

Postado em: 05-02-2016 às 15h23
Por: Redação
Endocrinologista dá dicas sobre os cuidados que devem ser tomados nessa época festiva

O Carnaval é considerado a última festa antes de o brasileiro começar efetivamente o ano. Segundo Sérgio Vencio, endocrinologista que integra o corpo clínico do laboratório Atalaia, a maioria das pessoas participa dessa comemoração em busca de diversão, mas esta festividade também está associada com certos riscos para a saúde.  “Festas como o Carnaval são períodos em que as pessoas ficam mais expostas para consumir alimentos contaminados, ingerir bebidas alcoólicas em excesso e contrair doenças relacionadas ao calor”, comenta.

O especialista lembra, ainda, que a ingestão de água está em primeiro lugar na lista de orientações para garantir um Carnaval saudável e sem transtornos. “Como no Carnaval as pessoas tendem a estar em alguma atividade física intensa por muitas horas, o importante é ter cuidado com a hidratação e tomar muita água, água de coco, isotônicos e suco de frutas”, alerta.

Segundo o médico, por estarem em um momento descontraído, as pessoas tendem a optar pela praticidade. “Mas é importante que se atente para os cuidados de higiene com os alimentos, tanto dentro quanto fora de casa”, alerta o médico. 

O índice de doenças transmitidas por alimentos aumenta durante os meses de verão e, por isso, é ainda mais importante seguir os passos de segurança alimentar. “Além de observar os cuidados com refrigeração, armazenamento e manipulação dos alimentos, deve-se procurar locais apropriados e que possuam licença para vender alimentos e bebidas”, explica. 

Além disso, o médico alerta que, por ser um período com temperaturas elevadas, a tendência é consumir bebidas extremamente geladas. Mas o médico revela que esse pode ser um fato de risco para a saúde. “É importante que se saiba a origem do gelo que irá à bebida. O gelo deve ser feito com água mineral”, lembra. 

O endocrinologista também reforça outros cuidados que podem evitar que a festa acabe no hospital. “É importante lavar as mãos com frequência, principalmente antes de ingerir qualquer alimento. Caso esteja em locais que não tenham lavatórios, fazer o uso do álcool gel se torna fundamental. 

Não ingerir alimentos crus ou mal cozidos, abusar das frutas e vegetais, consumir bastante líquido, usar filtro solar e repelente e consumir bebidas alcoólicas com moderação, pois além de ajudar a desidratar o corpo, podem causar inconvenientes como apagões, náuseas e perda de memória, dependendo da quantidade ingerida”, finaliza.  (assessoria)(foto: riovermelho.net)

Compartilhe: