Christiane Pelajo lança telejornal vespertino na GloboNews

Postado em: 01-03-2016 às 00h00
Por: Redação

Quase 20 anos depois de estrear na GloboNews, a jornalista Christiane Pelajo voltou ao canal, ontem, à frente do Jornal GloboNews Edição das 16h. Com uma hora e meia de duração, o telejornal vespertino vai ao ar de segunda à sexta, com investimento forte em reportagens ao vivo. No programa de estreia, Pelajo apresentará uma edição especial dedicada ao vírus zika e à microcefalia, com a presença no estúdio do médico oncologista Dráuzio Varella.

No novo formato, a tradicional bancada foi eliminada e ela entrevistará, ao vivo, especialistas e personagens. Dois telões mostrarão imagens das reportagens externas e serão usados para comunicação com os jornalistas que forem a campo para trazer notícias. Haverá também ao menos um quadro fixo, Lente de Aumento, com a jornalista Cristina Tardáguila, que fará checagens de dados apresentados em discursos e declarações de autoridades. “Sou viciada no ao vivo. Para mim, quando veio o convite de voltar à GloboNews, foi uma oportunidade de retornar para o lugar onde comecei”, disse ela, em um evento de lançamento do programa, há duas semanas, em São Paulo.

Sobre o novo formato, Pelajo disse que a eliminação da bancada e a presença de especialistas e personagens servem para aproximar o espectador: “Você elimina um obstáculo e fica mais próximo do público”. A jornalista também fará reportagens na rua: um desejo antigo. “Minha formação é de repórter. Sempre que puder, quero fazer externas para estar mais perto da no­tí­cia”.

Segundo Eugenia Moreyra, diretora-geral da GloboNews, o novo telejornal tem como principais características a agilidade, a inovação na linguagem e o investimento na interação. A estratégia do canal de notícias, diz ela, é priorizar reportagens ao vivo e fortalecer a presença na capital paulista, onde fica sua maior base de assinantes. “Não estamos inventando nada de novo, isso tudo já se faz no mundo inteiro. Acredito em trabalhar com alegria. Essa é a prova dos nove”, disse a executiva, que espera atrair ainda mais o público jovem, de 18 a 30 anos, uma das faixas que mais assistem ao canal.

Embora seja apresentado em São Pau­lo, o telejornal terá ainda equipe no Rio. Foi feita uma reciclagem no material de trabalho, com compra de equipamentos mais leves e modernos. “Sabemos que temos uma imagem mais sisuda e nos orgulhamos dela. Mas uma das nossas características é saber falar com os jovens. Por isso, estamos fazendo um esforço para trazer mais leveza e agilidade com esses investimentos”. (Agência O Globo) 

Compartilhe: