Em retorno gradativo das atividades, Vila Cultural Cora Coralina recebe duas mostras simultâneas

Postado em: 15-09-2021 às 15h41
Por: Giovana Andrade
Exibições têm início nesta quinta-feira (16) e vão até o dia 01 de outubro; as visitas acontecem mediante agendamento por e-mail ou telefone. | Foto: Reprodução

A Secretaria de Cultura de Goiás (Secult) abre, a partir desta quinta-feira (16/09), a mostra beneficente coletiva “Amparo a Astral – Goiás” e a mostra individual “Kieza: de onde eu venho”, na Vila Cultural Cora Coralina, localizada no Centro da capital goiana.

Com entrada gratuita, as mostras estarão disponíveis de 16 de setembro a 01 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Os interessados devem agendar a visita por e-mail ([email protected]) ou por telefone (62 3201-9863).

A exibição “Amparo a Astral – Goiás”, pertencente à Associação de Travestis, Transexuais e Transgênicos de Goiás (Astral/GO), é fruto de doações feitas pelos próprios artistas, por meio de editais da Lei Aldir Blanc. A iniciativa reúne produções dos artistas Ana Carolina Cruz, Andréia Santana, Diogo Rustoff, Lauro Gontijo, Isabella Brito, Malaquias Belo, Mateus Dutra, Marcelo Solá, Nancy de Melo, Sandro Torres e Wander Von Wander.

A mostra “Kieza: de onde eu venho”, por sua vez, é individual, do artista goiano Alex Katira. Ele presta uma homenagem às mulheres pretas goianienses a partir de cinco retratos de grandes personalidades da capital, além de contar com um vídeo com depoimentos delas.

Realizadas com o apoio da Prefeitura de Goiânia e da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas de Goiânia, as mostras marcam o retorno gradativo das atividades culturais na Vila Cultural Cora Coralina, que promoveu, recentemente, a Exposição de Pitágoras Lopes e a Mostra de Livros de Arte e Artísticos. Os cuidados em relação à pandemia de Covid-19 permanecem, e a organização lembra que o uso de máscara é obrigatório.

Compartilhe: