Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Com problemas de saúde, Phil Collins aparece debilitado e anuncia último show; veja

"Hoje marca o fim de uma era. Ter testemunhado este último show foi realmente a memória de uma vida e um evento que levarei para sempre no meu coração", escreveu Lily Collins

Postado em: 31-03-2022 às 16h22
Por: Rodrigo Melo
Imagem Ilustrando a Notícia: Com problemas de saúde, Phil Collins aparece debilitado e anuncia último show; veja
"Hoje marca o fim de uma era. Ter testemunhado este último show foi realmente a memória de uma vida e um evento que levarei para sempre no meu coração", escreveu Lily Collins | Foto: Reprodução do YouTube

Após apresentar o último show, finalizando a turnê da banda Genesis, o icônico Phil Collins disse que este seria o último show do grupo. Aos 71 anos e com problemas de saúde, Collins, se despediu dos fãs em show realizado no sábado (26/3), em Londres.

O cantor e baterista se juntou aos outros integrantes da banda, Tony Banks e Mike Rutherford para o encerramento da turnê The Last Domino?. O evento contou com a presença do ex-vocalista do grupo, Peter Gabriel.

“Este é o último dia da turnê e o último show do Genesis. Estou emocionado porque vocês ainda vieram nos assistir. Agora vou ter que arranjar um emprego sério”, brincou o músico.

Continua após a publicidade

Apesar de debilitado com problemas de saúde e de ter dito que era a última apresentação da banda, ele não deixou claro se existe possibilidade de voltar aos palcos no futuro de maneira solo.

A filha do cantor, a atriz Lily Collins, usou suas redes sociais para prestar uma homenagem ao pai. “Hoje marca o fim de uma era. Ter testemunhado este último show foi realmente a memória de uma vida e um evento que levarei para sempre no meu coração”, escreveu em seu Instagram.

“Mal consigo segurar uma baqueta com esta mão”

Phil Collins precisou passar por diversas cirurgias na coluna e os danos nos nervos fizeram com que ele tivesse que parar de tocar bateria. Debilitado, ele teve que fazer a apresentação sentado.

Em entrevista à BBC, que foi exibida nesta em setembro do ano passado, o baterista e cantor comentou que estava frustrado com os desafios que enfrentou após ser submetido a uma cirurgia nas costas em 2009 e novamente em 2015, que chegou a afetar seus nervos. Além disso, ele ainda foi diagnosticado com diabetes.

Enquanto promovia a turnê de retorno do Genesis, lendária banda de rock progressivo dos anos 1970, na entrevista com a emissora britânica, Collins declarou (via The Guardian):

“Tenho um pouco de dificuldade física, o que é muito frustrante porque adoraria tocar lá no palco. […] Eu mal consigo segurar uma baqueta com esta mão, então há certas coisas físicas que atrapalham.”

Além disso, a saúde do artista ficou mais frágil nos últimos 15 dias, quando teve uma pancreatite aguda e sofreu uma lesão em uma vértebra do pescoço.

De batista para vocalista

Quando Peter Gabriel deixou a banda Genesis, em 1975, os fãs temeram pelo fim da banda, principalmente após a decisão do grupo de promover a cantor, o baterista Phil Collins. Collins surpreendeu a todos e se mostrou a escolha perfeita.

Nos anos seguintes o grupo experimentou um sucesso de proporções globais, com lançamentos de álbuns emblemáticos do rock progressivo britânico, como Abacab (1981), Invisble Touch (1986) e o campeão de vendas We Can’t Dance (1991).

Veja Também