Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Uma noite para celebrar a seresta

Nadson O Ferinha invadiu a Arena Multiplace e contagiou o público goiano com sucessos como ‘Sinal’, ‘Cadê Seu Namorado Moça?’, ‘Duas’, entre outros

Postado em: 28-11-2023 às 10h00
Por: Lanna Oliveira
Imagem Ilustrando a Notícia: Uma noite para celebrar a seresta
Quem também fez dessa noite um momento para se guardar na memória foi o cantor Gabriel Gava que afirmou que cantar nos palcos goianos tem um gostinho especial | Foto: Divulgação

‘Sinal’ feat com João Gomes, ‘Cadê Seu Namorado Moça?’ A parceria com Thales Lessa, ‘Duas’ com Dilsinho, são alguns dos sucessos que tem tomado conta dos paredões ao redor do Brasil. Resgatando a origem das serestas, o cantor Nadson O Ferinha encantou os fãs goianos na última sexta-feira (24) com um show recheado de sucessos cantados a plenos pulmões. Quem estava presente não se decepcionou, já que poucos momentos antes de subir ao palco, o artista prometeu que seria especial. Em entrevista ao Essência, ele revelou que vive um momento de grandes conquistas na carreira e muita coisa ainda está por vir.

Em uma noite marcada por sorrisos em meio aos choros emocionados com as letras que mexem com os corações apaixonados, Nadson O Ferinha trouxe o nordeste para Goiânia em grande estilo. Ainda muito jovem, ele resgata em seu repertório o gênero seresta, mas com uma roupagem moderna e de personalidade. Entre suas referências estão o arrocha e a sofrência, o que deu uma apimentada em seus sucessos. “Estava muito ansioso para ver a reação do público e como receberiam nosso show”, revela o cantor. E de quem estava lá, foi quente.

O goiano é conhecido como um público que transmite calor humano para os artistas. “Pelo que eu vejo, a galera daqui é bem animada, gosta de tomar umas e tenho certeza que tem tudo a ver com a nossa proposta”, diz animado. Cantando do começo ao fim, os fãs que compareceram ao Arena Multiplace compartilharam da mesma energia do cantor de apenas 21 anos. Foram troca de afetos, olhares, músicas e muitas fotos. Já que o Nadson atendeu, dali do palco mesmo, diversos fãs que buscavam uma interação com o artista.

Continua após a publicidade

Com um trabalho recentemente lançado, O Ferinha deixa claro que estar vivendo um grande momento não o impede de já pensar em projetos futuros. “Tem dois meses que lançamos o ‘Serestão do Ferinha’, que já conta com o sucesso ‘7Bilhões’ com mais de 25 milhões de visualizações no YouTube’. Agora o foco está no próximo audiovisual, ainda tem muita coisa boa pra vir por aí”, adianta. Outras músicas também fazem desse projeto um case de hits, as faixas ‘Clima Frio’, ‘Se for Terminar’, entre outras, encantaram o público. 

Com uma persona que aproxima e letras que causam identificação, Nadson O Ferinha é ainda muito jovem. Questionado sobre sua saúde mental e como é viver tantas mudanças, ele lembra que já são dez anos de carreira, que o preparou para viver esse momento. “Eu comecei a cantar com 11 anos, inclusive daí que veio o nome que causa muita curiosidade. Minha cabeça está organizada, porque quando você coloca Deus em tudo que faz, não tem como dar errado”, finaliza. Após a entrevista, ele mostrou todo seu carisma no palco e conquistou de vez os fãs goianos.

Outro capítulo da noite

Quem também fez dessa noite um momento para se guardar na memória foi o cantor Gabriel Gava que nos recebeu logo após descer do palco. Logo de primeira ele afirma que cantar nos palcos goianos tem um gostinho especial. “Sou capixaba, mas moro em Goiânia faz tempo, é uma cidade que me recebeu muito bem. Logo, sempre que faço show por aqui, fico impressionado com o carinho do público”, diz o cantor. Com um repertório pensado para quem é goiano do pé rachado, o bloco sertanejo levantou a galera.

O cantor ganhou destaque quando lançou a música ‘Fiorino’ e desde então não saiu mais dos holofotes e dos palcos. Como o próprio Gava diz, ainda nessa época ele vivia o brega e agora resgata suas raízes como o projeto ‘Seresta Ponto G’, disponível apenas no Instagram. “Eu sempre fui brega, eu cresci no brega. Eu sempre gostei e sempre fui fã dessa linha da seresta, eu falo que é um ritmo com uma energia que contagia. É algo que me pulsa muito e pretendo levar minha carreira pra esse lado”, revela. 

Com o intuito de fortalecer essa sua essência, Gabriel Gava adianta que coisas novas estão por vir em sua carreira. “Tenho lançamentos de músicas inéditas, nesse estilo brega, programados para os próximos meses. A estratégia é lançar em blocos de três faixas, então marquem na agenda: Dia 7 de dezembro é o primeiro, em seguida 11 de janeiro e 8 de fevereiro”. E para os fãs ansiosos, a espera acabou. “Como foram feitos muitos pedidos, estamos trabalhando também no ‘Seresta Ponto G’ e daqui umas duas semanas ele estará disponível em todas as plataformas digitais”, finaliza Gabriel Gava.

Veja Também