A época mais aguardada pelos que amam chocolate

Professora de nutrição destaca os prós e contras do consumo do principal ingrediente do chocolate, o cacau

Postado em: 27-03-2024 às 10h00
Por: Letícia Renata
Imagem Ilustrando a Notícia: A época mais aguardada pelos que amam chocolate
A fruta apresenta grandes benefícios para o organismo, por ter substâncias ricas em compostos bioativos como polifenóis, o cacau é benéfico para o nosso organismo | Foto: Freepik

O chocolate é um dos símbolos mais populares da Páscoa, que neste ano se comemora no dia 31 de março, e muitas pessoas associam o dia à compra e troca de ovos de chocolate. Porém, poucos sabem o real motivo dessa tradição. O feriado tem diferentes significados religiosos e culturais ao redor do mundo, evoluindo ao longo dos anos para o feriado que conhecemos hoje, completo com coelhinhos, ovos de chocolate e muito simbolismo.

A data foi assimilada pelo Cristianismo, que adaptou o simbolismo da renovação e do renascimento à ressurreição de Jesus Cristo, que ocorreu no terceiro dia após a sua crucificação e atualmente se refere à Semana Santa. Mas, o costume de consumir e dar chocolate na Páscoa incorpora outras tradições de todo o mundo. Por exemplo, os mesoamericanos pré-colombianos já estavam acostumados a consumir cacau e seus derivados em cerimônias religiosas.

Na Europa, a tradição de dar ovos decorados, geralmente recheados com chocolate, tornou-se cada vez mais comum até se popularizar no final do século XIX, quando começaram a ser produzidos e vendidos ovos feitos inteiramente de chocolate. 

Continua após a publicidade

Atualmente, o chocolate como presente carrega significados de amor, amizade e renovação, por isso sua presença na Páscoa é tão marcante em muitas culturas. Afinal, neste feriado todos esses valores são comemorados.

Benefícios do chocolate

O chocolate é um dos produtos mais versáteis do mercado, podendo ser encontrado amargo, branco, meio amargo, ao leite, com avelã, amendoim ou castanhas, e com inúmeras outras combinações. Em 2023, a produção de cacau registrou crescimento de 5% no volume recebido de amêndoas nacionais, pela indústria processadora de cacau. Foram 69.646 toneladas recebidas no período de acordo com os dados compilados pelo SindiDados – Campos Consultores e divulgados pela Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC).

Segundo Arissa Felipe Borges, professora de nutrição, a fruta apresenta grandes benefícios para o organismo, por ter substâncias ricas em compostos bioativos como polifenóis, o cacau é benéfico para o nosso organismo. “Podendo colaborar na proteção contra doenças cardiovasculares e neurodegenerativas. Além disso, algumas evidências científicas identificaram efeitos benéficos relacionados a esses compostos bioativos do cacau na obesidade e diabetes”, relata.

A profissional informa que a ingestão diária de quantidades específicas de cacau pode contribuir para a redução das concentrações plasmáticas de colesterol e triglicerídeos, gorduras que quando em excesso contribuem para os desenvolvimentos de eventos cardiovasculares como infarto do miocárdio e acidente vascular encefálico.

Além disso, estudos constataram que consumir cacau reduz levemente a pressão arterial associada ao consumo do cacau, informação inclusive evidenciada pela SBC. “Com relação à disposição, podemos destacar que o cacau apresenta triptofano, que é precursor de serotonina, neurotransmissor relacionado à sensação de bem-estar. É importante destacar, entretanto, que nenhum alimento de forma isolada é capaz de melhorar a saúde dos indivíduos como um todo. O mais importante é garantir um contexto de uma alimentação saudável de forma contínua”, complementa Arissa.

Para produzir o produto mais consumido no mundo, o chocolate, as sementes de cacau devem passar por múltiplos processos, incluindo fermentação, secagem e torrefação. Além disso, uma grande quantidade de gordura e de açúcares são acrescentados ao produto, reduzindo-se consideravelmente o teor dos compostos bioativos do cacau

Portanto, segundo a docente, para se obter os benefícios provenientes desse produto, o ideal é consumir o cacau em pó (não confundir com achocolatado), em uma quantidade em torno de 2 colheres de sopa ou do chocolate que contenha 70% de cacau, em uma quantidade de aproximadamente 30g, equivalente a dois quadradinhos de chocolate. 

“O cacau em pó é um produto versátil, que pode ser utilizado na preparação de panquecas, vitaminas e bolos. Por outro lado, destacamos ainda que o chocolate branco é obtido com no mínimo 20% de manteiga de cacau, associado a outros ingredientes, de modo que sua composição em cacau é bastante reduzida, o que provavelmente não é suficiente para gerar os benefícios relatados anteriormente”, finaliza.

Ovo de Páscoa 70% Cacau com Castanha

Ingredientes: 

300 g de chocolate 70% cacau

70 g de castanha-do-Brasil

Modo de Preparo: 

1 – Faça a temperagem por adição;

2 – Separe 20% da quantidade total do chocolate e reserve sem derreter;

3 – Coloque os outros 80% em um bowl e leve para o microondas, parando de 30 em 30 segundos, até que esteja completamente derretido;

4 – Quando estiver pronto, divida em 3 partes os 20% reservados e vá adicionando aos poucos e mexendo;

5 – Quando estiver adicionado tudo, o chocolate deve ter resfriado;

6 – Adicione as castanhas cortadas no chocolate temperado;

7 – Coloque o chocolate temperado em moldes próprios para o ovo de Páscoa;

8 – Leve para a geladeira e aguarde 20 minutos para desenformar.

Ovo de Páscoa Zero Açúcar

Ingredientes: 

Casca de ovo de Páscoa 70%

2 latas de leite condensado sem açúcar

1 xícara de chocolate em pó 100%

2 colheres de manteiga

1 xícara de coco ralado

Modo de Preparo: 

1 – Em uma panela, adicione o cacau, 1 leite condensado e 1 colher de manteiga, mexa até chegar no ponto de brigadeiro de colher;

2 – Em outra panela, incremente com o outro leite condensado, coco e manteiga;

3 – Espere os brigadeiros esfriarem;

4 – Faça uma camada de brigadeiro preto e outra de prestígio na casca de chocolate;

5 – Leve para a geladeira.

Veja Também