Investimento do PAC foi de cerca R$ 251 bilhões

Postado em: 01-03-2016 às 00h00
Por: Redação
Número representa queda de 14% sobre o investido em 2014, mas é visto como positivo pelo governo, diante do “cenário econômico desfavorável”

O volume de investimentos do PAC continuou em queda no ano passado. Em 2015, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) executou R$ 251,7 bilhões, o que implica queda de 14% em relação ao investimento total de R$ 292,7 bilhões em 2014, que já havia caído ante 2013, quando a marca foi de R$ 301 bilhões. Segundo balanço divulgado ontem, a quantia investida no ano passado equivale a 24,2% do valor de R$ 1,04 trilhão previsto para ser executado pelo PAC até 2018.

“Mesmo com o atual cenário econômico desfavorável, registrado no país e no mundo e os ajustes promovidos na contenção dos gastos públicos, o PAC continua sendo um importante programa de aplicação sequenciada de recursos em infraestrutura no Brasil desde 2007”, informou o Ministério por meio de nota.

Assim como na edição anterior, referente ao primeiro semestre de 2015, o governo manteve um documento mais enxuto de divulgação do programa, sem os selos que indicavam o ritmo das obras e sem datas de previsão de conclusão de empreendimentos.

Em um momento de corte de gastos públicos e enfraquecimento das empresas estatais, o PAC procura manter um ritmo sequenciado de obras para o desenvolvimento brasileiro. “Continuar apostando na conclusão dos projetos e obras de infraestrutura em todos os setores nos próximos anos é o grande desafio do PAC, só assim será possível entregar a cada cidadão um país melhor para se viver”, segundo o documento oficial do balanço.

Do total de R$ 251,7 bilhões executados pelo PAC no ano passado, R$ 99,9 bilhões correspondem a valores de financiamento ao setor público, financiamento habitacional de imóveis novos e do programa Minha Casa, Minha Vida, R$ 55,8 bilhões das empresas estatais, R$ 47,3 bilhões do Orçamento Fiscal e da Seguridade Social, R$ 45,4 bilhões do setor privado e R$ 3,3 bilhões de contrapartidas de estados e municípios.

Entre as obras, o Planejamento registrou a conclusão de 163 quilômetros da ferrovia Transnordestina, a recuperação do aeroporto Santos Dumont e a conclusão de 270 km de rodovias. Pelo programa Minha Casa Minha Vida, foram entregues em 2015 mais de 445 mil unidades habitacionais. (Agência O Globo)

 

Compartilhe: