Pós-graduação pode render salário até 255% maior, aponta pesquisa

O levantamento o rendimento médio ficou em R$ 4,8 mil mensais para alunos da rede privada e R$ 3,7 mil mensais para os da rede pública

Postado em: 14-07-2022 às 08h36
Por: Ana Bárbara Quêtto
O levantamento o rendimento médio ficou em R$ 4,8 mil mensais para alunos da rede privada e R$ 3,7 mil mensais para os da rede pública | Foto: Reprodução

Estudo recente do Instituto Semesp, baseada nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Dados (PNAD Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), afirma que profissionais com pós-graduação possuem salário acima de R$ 4.000.

O valor pode ser de 150% a 255% maior do que a média de lucro daqueles que fazem apenas um curso de graduação. A diferença é ainda maior para mestrados e doutorados, quando comparados à especialização. 

O levantamento mostra que o rendimento médio ficou em R$ 4,8 mil mensais para alunos da rede privada e R$ 3,7 mil mensais para os da rede pública. Ainda conforme a pesquisa, a média salarial de um profissional graduado é de R$ 1.860,00. 

Continua após a publicidade

Com a especialização, entretanto, o salário médio sobe para R$ 4.634. Já no mestrado, a renda média salta para R$ 5.645. Por fim, no doutorado, a média salarial chega a R$ 6.605.

Mesmo na pós-graduação, que é o nível superior com o menor salário – em comparação com mestrado e doutorado – a diferença salarial de um profissional que possui apenas a graduação para um pós-graduado é de R$ 2.774

Para Patrícia de Souza Cardoso, do escritório de carreiras do Centro Universitário Facens, com a exigência do mercado de trabalho, a diferença salarial deve ser considerada pelos profissionais.

“A graduação tende a ser generalista ao procurar por especialistas, exige um aprofundamento em determinado aspecto da formação. Nesse sentido, a pós-graduação é uma maneira de valorizar o título obtido na graduação”, ressalta.

Em entrevista ao O Hoje, a fisioterapeuta, Kethlen Canuto e Silva, afirma que após se especializar em neurologia e metodologia do ensino superior, passou a receber uma quantia maior no final do mês. 

“Na época, que eu fiz a minha especialização, não tinham muitos profissionais que atuavam na área de neurologia dentro da fisioterapia e, aí, com a minha qualificação eu pude ganhar mais”, explica a fisioterapeuta.

“Mas, eu fiz duas especializações e, com essa outra pós, eu consegui entrar em outro ramo, que é o ensino superior, e comecei a lecionar. Agora, nos dias atuais, eu acho que você tem que ter um mestrado também, pra elevar mesmo o seu currículo”, reforça Kethlen.

Especialização após a pandemia

Diante a pandemia da Covid-19, muitos trabalhadores buscaram uma nova especialização. Segundo Fabrício Borges Pessoa, gerente de operações do Senac Goiás, isso se deu, especialmente, para aumentar a renda familiar. 

”Áreas como TI, Informática, Idiomas, foram as mais procuradas, entre jovens de 15 a 29 anos, principalmente por conta da modalidade home-office. Cursos de Gastronomia, para a produção de bolos, tortas e salgados; e de Estética, como design de sobrancelhas, manicure e cabelos, também se destacaram”, disse.

Cursos na área da Saúde, como enfermagem, nutrição, biomedicina e farmácia, também obtiveram crescimento de procura em 78%, devido a presença dos profissionais na linha de frente.

MBA x Especialização

Existem diferentes tipos de pós-graduação, os quais possuem diferentes exigências. No entanto, um requisito que é comum a todos os tipos é o diploma de graduação.

Para ingressar em uma especialização, mestrado, ou doutorado é necessário ter concluído a graduação. Porém, no caso do doutorado, também é exigido que o profissional tenha o complemento do mestrado. 

Com isso, ficou estabelecido que a pós-graduação é um grau acadêmico voltado à especialização profissional. Por isso, ela é definida como stricto sensu, ou seja, é voltada para profissionais que pretendem ingressar na carreira acadêmica, como professor universitário ou pesquisador. 

Essa definição também se aplica a mestrados e doutorados. Contudo, ainda há o mestrado profissional, com enfoque nas demandas do mercado de trabalho. Já o MBA (Mestre em Administração de Negócio) é um grau acadêmico voltado para a visão administrativa de negócios e empresas. 

O MBA é definido como lato sensu e é indicado a quem deseja mudar de profissão ou se tornar uma referência em um nicho específico de sua área de atuação. Dessa forma, é voltado para empresários e gestores.

Veja Também