Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Mesmo mais barata, preço da carne pode variar até 83% em Goiânia

Um quilo de fraldinha pode ser encontrado por R$ 29,90 ou até mesmo R$ 54,99, a depender do estabelecimento

Postado em: 29-01-2024 às 12h00
Por: Ícaro Gonçalves
Imagem Ilustrando a Notícia: Mesmo mais barata, preço da carne pode variar até 83% em Goiânia
Um quilo de fraldinha pode ser encontrado por R$ 29,90 ou até mesmo R$ 54,99, a depender do estabelecimento | Foto: Divulgação/ Procon Goiânia

Em janeiro de 2024, os preços dos variados cortes de carne vendidos nos supermercados goianienses estão, em média, 27,3% mais baratos do que há um ano. O apontamento é do Procon Goiânia, a partir de pesquisa de preços feita entre os dias 18 a 23 de janeiro em nove estabelecimentos comerciais da capital.

A queda nos preços também atinge a carne suína, que teve média de redução de 17,3%, e a carne de frango, em média 7,3% mais barata. Apesar dos preços mais em conta, a pesquisa ressalta a importância de pesquisar os valores em diferentes mercados, uma vez que a diferença entre pode ser grande.

Por exemplo, um quilo de fraldinha pode ser encontrado por R$ 29,90 ou até mesmo R$ 54,99, a depender do estabelecimento, uma variação de 83,9%. Outro exemplo é o quilo do acém, que foi encontrado de R$ 19,90 até R$ 31,90, com variação de 60,3%. Já a coxinha de frango mais barata foi encontrada a R$ 10,88 o quilo, enquanto a mais cara estava em R$ 22,90, uma variação de 110,4%.

Continua após a publicidade

Segundo a pesquisa, o consumidor que fazer a compra pelo menor preço desses três produtos terá despesa de R$ 60,68. Já se adquirir produtos com o maior valor, pagará R$ 143,75. Isso representa a possibilidade de economia de R$ 109,79 na aquisição dos itens.

O levantamento busca informar e alertar o consumidor quanto às variações de preços de alguns produtos de carnes, aves  ou suína. “O objetivo desta pesquisa é auxiliar o consumidor no momento da compra, possibilitando melhor planejamento e maior economia. A pesquisa revela variações percentuais entre os mesmos cortes de carne bovina, ave e suína descartando marcas, origem e valor agregado”, destaca o presidente do Procon Goiânia, Júnior Café.

Orientações

O Procon Goiânia enfatiza a importância dos cuidados que o consumidor deve tomar para garantir a compra de produtos de qualidade. Antes de comprar, deve-se atentar para o aspecto do produto, o cheiro do alimento, a data de validade e se a embalagem não está violada ou amassada.

Para as peças vendidas em bandejas de isopor e embaladas com plástico, prestar atenção na cor e no aroma. O prazo de conservação aceitável desse tipo de alimento em refrigeradores é de no máximo (três) dias. Outro ponto importante é checar a higiene mínima do local e se os funcionários que estão em contato com alimento estão utilizando luvas e toucas. Além de observar a origem do produto, e se ele possui selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF).

Veja Também