Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Carnaval em Goiás deve movimentar até R$ 1,2 bilhão, projeta CNC

Em todo o País, a estimativa é de que sejam gerados cerca de 66.699 mil postos de trabalho para o carnaval de 2024

Postado em: 02-02-2024 às 07h00
Por: Ícaro Gonçalves
Imagem Ilustrando a Notícia: Carnaval em Goiás deve movimentar até R$ 1,2 bilhão, projeta CNC
Em Goiás, a movimentação deve chegar a R$ 1,2 bilhão, com crescimento de 3,4% nas atividades turísticas em fevereiro se comparadas à média de outros meses | Foto: Marcello Dantas/Divulgação

As festividades de Carnaval ocorrerão mais cedo neste ano de 2024, entre os dias 10 e 14 de fevereiro. Com a aproximação das festas, empreendedores goianos já planejam, com entusiasmo, as vendas para suprir os foliões. Segundo um prognóstico divulgado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) na última segunda-feira (29), o carnaval de 2024 deve movimentar até R$ 9 bilhões no setor de turismo em todo País, alta de 10% em relação ao impacto de 2023.

Em Goiás, a movimentação deve chegar a R$ 1,2 bilhão, com crescimento de 3,4% nas atividades turísticas em fevereiro se comparadas à média de outros meses. Em estados do Sul e Sudeste, os aumentos são mais expressivos, o que sugere um rompimento dos tradicionais destinos em estados do Nordeste, como Salvador, Olinda e Recife. De acordo com a CNC, as atividades turísticas de Minas Gerais devem crescer até 20,2% no mês, com uma movimentação total de até R$ 5,2 bilhões. No Paraná, o aumento previsto é de 14,5% e no Rio Grande do Sul chega a 12,2%.

Em Goiás, uma das festas mais aguardadas será o Carnaval das Águas Quentes, em Caldas Novas, com estimativa de participação de até 300 mil foliões. As festividades serão no Espaço Municipal de Eventos entre os dias 10 e 12, a partir das 21 horas, com shows de artistas regionais e nacionais como Hugo e Guilherme, Israel e Rodolfo, Jiraya Uai, Cleber e Cauã, e Kleo Dibah.

Continua após a publicidade

Para o prefeito, Kleber Marra, o Carnaval 2024 promete ser um marco nas celebrações do calendário oficial de eventos de Caldas Novas. “Este ano, a expectativa de toda nossa gestão é de realizar o melhor carnaval da história do município e de todo o Estado de Goiás”, afirmou.

Em Pirenópolis, o Grito de Carnaval também promete atrair turistas do País inteiro. A festa começa no sábado (3), às 16h, com ponto de partida de foliões na Rua do Bonfim. Às 17h, o cortejo com os blocos Zazaricando e Santa Dica segue para a igreja do Bonfim onde se encontra com outros blocos. Na sequência, o próximo ponto de parada é a cervejaria da Rua Aurora. Lá, cada bloco vai se apresentar por 20 minutos.

“O carnaval de rua em Pirenópolis é mais do que uma festa. É uma celebração da nossa identidade cultural e da alegria que nos une. Essa tradição, enraizada em nossas ruas históricas, não apenas preserva nossa história, mas também cria memórias inesquecíveis para todos que participam. É uma expressão vibrante da nossa comunidade e um convite para que moradores e turistas compartilhem momentos de pura felicidade”, garante o secretário de cultura, Ronaldo Félix.

Gastos de turistas e novos empregos

Todos os anos, o carnaval costuma ser uma importante data no desempenho econômico dos Estados brasileiros. Segundo o balanço de pagamentos do Banco Central do Brasil (BCB), os gastos dos estrangeiros em solo nacional devem crescer 19,3% se comparados ao mês de fevereiro de 2023, atingindo US$ 971 mi, contra US$ 814 mi do ano anterior.

Além do faturamento do setor de turismo brasileiro, o período também tem impacto sobre a contratação de temporários para suprir a demanda aquecida. A estimativa é de que sejam gerados cerca de 66.699 mil postos de trabalho para o carnaval de 2024, com a expectativa de absorção de 3,1% desse total como postos efetivados. 

Quanto às contratações em outros setores, como hotelaria, confecções, vendas em shoppings, entre outros, a CNC estima a geração de 70.697 mil postos de trabalho no mês. Há uma expectativa de que 4.386 funcionários temporários sejam efetivados, o que representa um percentual de absorção de 6,2%, contra apenas 1.519 em 2023.

Em Goiânia, diversos setores já registram aumento de demanda e de produção, especialmente de roupas e abadás de bloquinhos, como relata Tássia Carvalho, gerente de marketing de um shopping no setor Norte Ferroviário. “Muitos lojistas trabalham com fantasias, inclusive com os kits do CarnaRock, além de peças de miçanga, saias de tule e adereços. Muitos clientes vêm para comprar e revender. Estamos estimando um aumento de 20% nas vendas e no fluxo devido ao carnaval”, disse à reportagem.

Veja Também