Vila tem mudanças para tentar a 1ª vitória

Postado em: 06-02-2016 às 00h00
Por: Redação
Técnico Márcio Fernandes promove alteração tática e na escalação para o duelo contra o Trindade, neste sábado de carnaval

Edivaldo Barbosa

Ainda sem vencer no Campeonato Goiano, o Vila Nova vai até a vizinha cidade de Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia, enfrentar o Trindade pela terceira rodada da competição, no Estádio Abrão Manoel da Costa. O alvirrubro, além da mudança no esquema de jogo, também terá alterações na escalação que empatou com o Anápolis, fora de casa, na última quarta-feira. A partida está previsto para começar às 17 horas.

Com um aproveitamento de apenas 16,6% – um empate (Anápolis) e uma derrota (Goiás) –, o Vila sabe que precisa reagir no Goianão, sob pena da classificação à semifinal ficar complicada com a disputa das próximas rodadas. Ciente da responsabilidade de reação, o técnico Márcio Fernandes decidiu abandonar o esquema 3-5-2 e escalar, na partida deste sábado, um time mais ofensivo, com três atacantes.

No treino tático-tático que comandou, na manhã de ontem, no Onésio Brasileiro Alvarenga, Fernandes escalou o time no esquema 4-3-3. Com isso, o atacante Matheus Anderson e o meia-atacante Roger, ambos remanescentes da base, foram escolhidos como titulares. O zagueiro Douglas Assis e o atacante Diego Cardoso, com as mudanças, perdem a condição de titulares.

Douglas Assis, aliás, não deixa a titularidade por deficiência técnica, mas sim porque sentiu dores no adutor da coxa. Por isso, sequer treinou ontem. O técnico, então, optou pela escalação de apenas dois zagueiros e promove a entrada de mais um jogador no ataque. O lateral Bruno Oliveira reclamou de cansaço muscular. Caso ele não venha a ter condições de atuar, o volante Luiz Fernando está cotado para substituí-lo.

Fernandes disse, durante entrevista coletiva concedida após o treino de ontem, que ainda está em fase de conhecimento do grupo, mesmo tendo no elenco  alguns jogadores remanescentes da conquista da Série C e  também da Divisão de Acesso do Campeonato Goiano. “Esse grupo é um grupo novo e, portanto, ainda não tenho o conhecimento desse grupo”, disse, explicando que está trabalhando para que os jogadores assimilem o mais rápido possível o trabalho que está sendo realizado.

Tacão

Goleado pelo Atlético em casa na última quarta-feira, o Trindade quer dar uma resposta positiva rápida à sua torcida. O técnico Edson Júnior destacou que o seu time tem condições de render muito mais e que a derrota por 3 a 0 para o rubro-negro precisa ser superada com um triunfo diante do Vila. 

O atacante Régis foi expulso diante do Atlético. As opções são Lucas Cassiano e Galeno para o lugar do jogador que vai cumprir a suspensão. 

Clube amplia a parceria com Sicoob 

No final da manhã de ontem, o Vila Nova apresentou, na sede administrativa do Onésio Brasileiro Alvarenga, o seu patrocinador máster para o restante do Campeonato Goiano. O contrato, porém, poderá ser estendido para a Série B do Brasileiro, a partir do mês de maio deste ano.

A Cooperativa Sicoob, que já tinha contrato firmado com o clube, acertou um novo contrato e passa a ser patrocinar máster. A diretoria não informou os valores do contrato, mas disse, através de seu site oficial, que são o maior da história do clube.

A cooperativa de crédito vai estampar a marca Sicoob na parte principal da camisa do Vila Nova. Antes, a empresa estampava na barra frontal da camisa. No contrato, o Vila também vai ceder áreas publicitárias na sede do clube e também no CT Marconi Perillo.

Durante o anúncio do novo contrato da Sicoob com o Vila, na manhã de ontem, estiveram presentes, além do presidente do clube, Gutemberg Veronez, o presidente da Sicoob Unicred, Clidenor Gomes, o superintendente financeiro Pedro Ivo e o atacante Wendell Lira, que vestia a camisa com o logo da Sicoob na camisa do alvirrubro. (E.B.) 

Compartilhe: