Corumbaíba e Vila Nova voltam a se enfrentar em segundo jogo da grande final do Goiano de Futsal

O segundo jogo da grande decisão do Campeonato Goiano de Futsal acontece nesta terça-feira (14), entre Corumbaíba e Vila Nova. A partida

Postado em: 14-12-2021 às 08h15
Por: Victor Pimenta
Equipes voltam a se enfrentar em mais uma final em 2021; o primeiro jogo foi vencido pelo Corumbaíba | foto: Victor Pimenta / Jornal O Hoje

O segundo jogo da grande decisão do Campeonato Goiano de Futsal acontece nesta terça-feira (14), entre Corumbaíba e Vila Nova. A partida acontece no Ginásio de Corumbaíba, às 19 horas. Por ter vencido o jogo de ida, o Corumbaíba tem a vantagem do empate. Em caso de vitória do time colorado, a decisão vai para a prorrogação.

Corumbaíba

Buscando o tetracampeonato seguido na competição estadual, o Corumbaíba tem a vantagem conquistada no primeiro jogo e ainda o Ginásio a seu favor. Afinal, o segundo jogo da grande final acontece nesta terça-feira (14), em Corumbaíba.

Continua após a publicidade

Depois da derrota para o próprio Vila Nova na final da Copa Goiás, a partida ainda vale uma revanche entre as equipes. Após o vice-campeonato, o Corumbaíba se reforçou visando o Campeonato Goiano e trouxe Dieguinho, Kiel e Igor para ajudaram a equipe no início da competição.

O time do sul goiano confirmou seu favoritismo na fase de grupos, vencendo seus quatro confrontos, onde marcou trinta e seis gols e sofreu apenas oito gols. A goleada do campeonato então ficou para o próprio Corumbaíba que venceu o Goiatuba por 21 a 2. Artilheiro na competição é o ala Dieguinho que chegou de São Paulo e vem mostrando seu potencial, já soma oito gols. Quem também retornou a equipe foi o fixo Wallison Parmalat, que ficou fora das finais da Copa Goiás devido a uma lesão e hoje é vice-artilheiro da equipe, com seis gols marcados.

“Um jogo difícil né. Final de Campeonato Goiano, o Vila Nova é uma grande equipe e mostrou isso dentro de quadra. A gente colocou nas quadras o que vínhamos treinando durante a semana, conseguimos abrir dois gols de vantagem, depois eles buscaram o resultado e depois conseguimos abrir de novo. Não tem nada definido e agora vamos para o nosso ginásio, junto com a nossa torcida para ver se conquistamos esse tetracampeonato goiano seguido”, disse Parmalat, autor do primeiro gol na vitória por 5 a 2 na primeira partida.

Após se classificar para as semifinais, o Corumbaíba então deu uma pausa na competição, indo disputar a Taça Brasil, no Maranhão. A equipe goiana se reforçou com duas excelentes contratações, fez um bom desempenho e voltou com ânimo e confiança renovada em busca do tetracampeonato.

Pegou nas semifinais o Unirv, que desbancou a Lazio de Valparaíso para se classificar para a fase seguinte. Porém, o favoritismo do Corumbaíba permaneceu ainda mais com as chegadas de Teves e Pato, que já atuaram na Liga Nacional, além do retorno de Alicleiton. Dois jogos e duas vitórias para o CEC que passou tranquilo vencendo por 6 a 1 e 3 a 0.

Vila Nova

Após a derrota no primeiro jogo, o time colorado agora precisa vencer se quiser ter chances de ser campeões goianos pela primeira vez. O empate dá o título ao time do interior. Para o confronto a equipe colorada pode ter as voltas dos alas Luizinho e Iury Dorneles.

Uma das armas principais no confronto de volta diante do Corumbaíba será o pivô Thayson, artilheiro do clube e do campeonato, com catorze gols marcados. O goleiro Eduardo também ajudou muito na temporada e que conhecem o Corumbaíba, tem o ala Luizinho, que volta de suspensão e o fixo Petrucci.

O Vila Nova também fez um excelente campeonato até chegar na grande decisão. Foi o primeiro de seu grupo, tendo conquistado as cinco vitórias, marcando quarenta e um gols e sofrendo vinte e um gols. Ao chegar nas semifinais, um adversário difícil que fez a equipe colorada suar, o Barranca. O primeiro jogo, o time de Ceres venceu por 6 a 2 e na volta, após sair na frente, o Vila Nova virou o resultado para 6 a 3, indo para a prorrogação. O empate em 0 a 0 passou o time colorado que tinha a melhor campanha até então.

Com a base campeã da Copa Goiás mantida, o Vila Nova reforçou com Luizinho, que veio justamente do Corumbaíba e teve o retorno de Fael, que havia se machucado e não jogou a fase de grupos. Agora, na grande final, o Vila Nova precisa a todo custo vencer a partida no tempo normal para forçar uma prorrogação. Com a segunda melhor campanha, o time colorado tem que vencer também para se sagrar campeão. O empate deixa o título com o Corumbaíba.

Veja Também