Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Goiás sai atrás, mas busca a virada e vence a primeira como visitante

O primeiro turno da primeira fase do Campeonato Goiano foi encerrado de maneira magistral. No Vale do São Patrício, Goianésia e Goiás fizeram um dos melhores jogos da competição, com direito a sete gols, sendo seis deles apenas na primeira etapa.

Postado em: 09-02-2022 às 23h06
Por: Breno Modesto
Imagem Ilustrando a Notícia: Goiás sai atrás, mas busca a virada e vence a primeira como visitante
O meia Élvis marcou o gol que deu a vitória ao Esmeraldino no Vale do São Patrício | Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC

O primeiro turno da primeira fase do Campeonato Goiano foi encerrado de maneira magistral. No Vale do São Patrício, Goianésia e Goiás fizeram um dos melhores jogos da competição, com direito a sete gols, sendo seis deles apenas na primeira etapa. O único tento marcado na etapa complementar foi o que deu a vitória ao Esmeraldino contra o Azulão, por 4 a 3.

Todos os gols marcados foram feitos por jogadores diferentes. Pelos donos da casa, Leomir Soares, Leomir Lucena e Murilo Rusalen foram às redes. Para os visitantes, Nicolas, Maguinho, Caio Vinícius e Élvis marcaram.

Com o resultado, o time alviverde assumiu a liderança do Grupo A do Goianão, já que o Anápolis, até então dono do posto, apenas empatou com a Jataiense, no Jonas Duarte. Já o Goianésia, com o complemento da rodada, nesta quinta-feira (10), pode acabar na lanterna da chave.

Continua após a publicidade

O jogo

Desde o primeiro minuto de jogo, o torcedor que foi ao Valdeir José de Oliveira sabia que veria um confronto disputadíssimo. Na primeira volta do ponteiro do relógio, o Goianésia já havia marcado o primeiro gol da noite. Em ligação direta, o zagueiro Dedé lançou para Joãozinho, que acabou não alcançando. Porém, a bola acabou sobrando para Leomir Soares, que invadiu a área e tocou na saída de Tadeu.

Mesmo com o gol, os donos da casa seguiram pressionando e, aos 17, marcaram novamente. E com outro Leomir. Desta vez, o Lucena. Após cobrança de falta, Tadeu conseguiu fazer um milagre depois de um desvio, mas acabou jogando nos pés do volante do Azulão do Vale, que não desperdiçou e estufou as redes esmeraldinas.

Em desvantagem no placar, a equipe alviverde saiu para o ataque e conseguiu diminuir pouco tempo depois, com Nicolas. O camisa 9 aproveitou uma belíssima jogada individual de Vinícius, pela direita, e só tocou para o gol após cruzamento rasteiro, na medida, do companheiro de ataque.

O Goianésia não sentiu o gol sofrido e seguiu atacando, em busca de seu terceiro. E o encontrou aos 31 minutos, em mais uma bola na área esmeraldina. Cobrando falta, Leomir Soares cruzou, a defesa alviverde não cortou e a bola sobrou para o zagueiro Murilo Rusalen, livre de marcação, marcar.

Com dois gols de vantagem, o Azulão do Vale não conseguiu segurar o Goiás, deixou tudo igual antes do apito do intervalo. O segundo tento esmeraldino saiu aos 36, quando Maguinho apareceu na entrada da grande área do time do Vale do São Patrício e chutou cruzado, não dando chances para Luan. Já o empate saiu da cabeça de Caio Vinícius, aos 46, após mais uma bola aérea na defesa do Goianésia.

No segundo tempo, Vinícius apareceu outra vez. E, assim como no primeiro tempo, foi preciso em seu cruzamento rasteiro. Desta vez, para Élvis, que, da entrada da área, acertou o cantinho do goleiro Luan, que não conseguiu fazer a defesa. A partir dali, o Esmeraldino passou a controlar a partida, administrando o resultado, que terminou mesmo com uma grande virada alviverde.

Ficha técnica

Goianésia 3×4 Goiás

Data: 9 de fevereiro de 2022

Horário: 19h

Local: Estádio Valdeir José de Oliveira, em Goianésia (GO)

Gols: Leomir Soares (1’/1T), Leomir Lucena (17’/1T) e Murilo (31’/1T) – GNS; Nicolas (21’/1T), Maguinho (36’/1T), Caio Vinícius (46’/1T) e Élvis (7’/2T) – GOI

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa)

Assistentes: Leone Carvalho e Tiego dos Santos

Goianésia: Luan; Rafael Cruz (Lucas Néwiton), Dedé, Murilo Rusalen (Marcelo Xavier) e Rafael Franco; Anthony, Leomir Lucena e Leomir Soares (Dionatan); Léo Carvalho, Nunes e Joãozinho.

Técnico: Edson Júnior

Goiás: Tadeu; Maguinho, Éverson, Reynaldo e Artur; Caio Vinícius, Fellipe Bastos e Élvis; Vinícius (Albano), Nicolas e Diego (Apodi).

Técnico: Gláuber Ramos

Veja Também