Gláuber Ramos testa variações táticas em vitória de ‘reservas’ e vê dúvidas boas para próximo jogo: “Agora é quebrar a cabeça”

O Goiás conseguiu uma vitória importante na tarde do último domingo (20), ao vencer a Jataiense por 3 a 0, no estádio

Postado em: 21-02-2022 às 10h20
Por: Victor Pimenta
Treinador comentou também sobre a possível chegada do treinador que comandará a equipe na Série A | foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

O Goiás conseguiu uma vitória importante na tarde do último domingo (20), ao vencer a Jataiense por 3 a 0, no estádio Arapucão. Com o resultado, a equipe não só se manteve na liderança do grupo A, como assumiu o primeiro lugar na classificação geral.

Além de poupar muitos dos titulares no confronto deste domingo (20), diante da Jataiense, Gláuber Ramos aproveitou para testar uma formação diferente das que vinha utilizando nos últimos jogos. Ele entrou com três zagueiros e dois atacantes e terminou a partida com um trio ofensivo ao ataque.

“Nós realmente tínhamos que testar algumas variações e conseguimos fazer boas variações hoje e iniciamos com o 3-5-2 e encerramos com o 3-4-3 e não dá para tirar de base porque geralmente fomos bem na partida, um jogo bem em todas as situações ofensivas e tivemos poucos problemas defensivos, estando há três jogos sem sofrer gols e isso é uma marca importante onde temos que trabalhar muito sobre isso, porque a temporada é longa e uma equipe que não sofre gols tem mais chance de vencer as partidas”, explicou o treinador.

Continua após a publicidade

Antes mesmo da partida acontecer, notícias correram sobre a diretoria do Goiás ter fechado com seu mais novo técnico, Bruno Pivetti, que estava no Villa Nova-MG. Além dele, a equipe esmeraldina está trazendo para sua diretoria o experiente Paulo Autuori. Perguntado ao treinador, ele respondeu.

“Se eu for preocupar com treinador que vai chegar, eu não trabalho. Então, sei da minha posição onde sou técnico da comissão permanente do clube, não chegou nada para mim ainda e independente disso, eu sigo trabalhando. Acredito muito que o que estamos fazendo, está agradando os jogadores, agradando a diretoria e a torcida. Na questão do treinador, não posso me preocupar com isso, mais cedo ou mais tarde pode chegar um treinador e vamos trabalhar como viemos trabalhando, apoiar quem quer que chegue”, ressaltou Gláuber Ramos.

Um dos pontos positivos da partida foi a atuação do atacante Pedro Raúl, que fez seu primeiro gol com a camisa esmeraldina e mostrou bastante qualidade quando chegava no ataque. Assim, Gláuber também terá outras posições para “quebrar a cabeça”, já que os reservas mostraram uma atuação para disputarem e buscarem seu lugar no time titular.

“Pode brigar, como também pode jogar os dois juntos. As variações táticas servem para isso também, porque as vezes em algum momento do jogo, em uma partida específica, dependendo do adversário, podemos mudar até as peças. Auremir está voltando, Caio Vinicius tem jogado bem, o Henrique fez uma boa partida assim como no jogo passado. Hugo e Artur é um outra boa dúvida que eu tenho, além do Apodi. Essas dúvidas são boas para nós treinadores quebrarem a cabeça e colocarmos no próximo jogo a melhor formação”, concluiu o treinador.

A equipe esmeraldina agora volta a campo somente na próxima quinta-feira (24), quando visitam o Anápolis, vice-líder do grupo A, no estádio Jonas Duarte, às 19h30. O confronto vale a liderança geral e garantir a do grupo em questão.

Veja Também