Time Brasil é convocado para a disputa da Billie Jean King Cup, no Equador

O Time Brasil está convocado para a disputa da Billie Jean King Cup – a Copa do Mundo do Tênis Feminino. Na

Postado em: 10-03-2022 às 10h59
Por: Ildeu Iussef
Com as melhores tenistas do ranking, Brasil disputará a BJK Cup | Foto: Divulgação CBTênis

O Time Brasil está convocado para a disputa da Billie Jean King Cup – a Copa do Mundo do Tênis Feminino. Na última quarta-feira (09), a capitã Roberta Burzagli anunciou as atletas que farão parte da equipe na disputa do Grupo I – América, que será de 13 a 16 de abril, em Salinas, no Equador. Ela contará com as tenistas Beatriz Haddad Maia, Laura Pigossi, Carolina Meligeni, Gabriela Cé e Rebeca Pereira.

“Nós estamos com uma equipe muito boa, tanto para a disputa de simples quanto nas duplas. É uma pena não podermos contar com a Luisa Stefani, que está se recuperando da lesão no joelho, mas temos um time muito coeso, com atletas vivendo bons momentos nas suas carreiras”, afirma a treinadora Roberta Burzagli. 

Time Brasil

Continua após a publicidade

A paulista Beatriz Haddad Maia (61ª no ranking de simples da WTA) foi finalista de duplas do Australian Open nesta temporada. Laura Pigossi (186ª na simples, e 170ª nas duplas) foi medalhista de bronze nos últimos Jogos Olímpicos e também atravessa grande fase no esporte.

Carolina Meligeni (216ª em simples e 124ª nas duplas) ocupa a melhor faixa de ranking da sua carreira e tem bom histórico de participações defendendo o Brasil em competições por equipe. Já Gabriela Cé (286ª de simples) tem um currículo com 11 títulos em torneios ITF, fazendo parte do Time Brasil na Billie Jean King Cup em todas as edições desde 2014.  

A estreante na competição será Rebeca Pereira, especialista nas duplas, ocupando o 189º lugar no ranking WTA. No currículo, ela possui nove títulos em torneio ITF, incluindo o W60 de Gordzisk Mazowiecki (em 2021) e o W25 de Tucuman (em 2022).

Competição

O Zonal Americano da Billie Jean King Cup terá a participação de oito países, divididos em dois grupos. Além do Brasil, farão parte da competição Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Guatemala, México e Paraguai. As duas melhores nações avançam para os Playoffs da Billie Jean King Cup. 

Em Salinas, no Equador, as condições definidas para o torneio são de quadra rápida e aberta, em nível do mar. Para Roberta Burzagli, características que podem se encaixar bem para o time brasileiro. “A Bia e a Laura gostam muito de quadra rápida. Mas lá em Salinas não é tão rápido, o que também é bom para a Carol e para a Gabi. Tênis é um esporte de adaptação, em que cada semana o atleta está em um lugar diferente, numa superfície diferente, com altitude diferente. Todas as nossas atletas estão muito acostumadas com isso e terão capacidade de se adaptar rapidamente”, aponta a capitã.

Veja Também