Terça-feira, 20 de fevereiro de 2024

De volta à Série A! Atlético-Go venceu Guarani por 3 a 0 e garante acesso

Para garantir o acesso, o clube precisava vencer e contar com o tropeço de outros adversários, e foi isso que aconteceu

Postado em: 25-11-2023 às 19h46
Por: Ana Clara de Assis Praxedes
Imagem Ilustrando a Notícia: De volta à Série A! Atlético-Go venceu Guarani por 3 a 0 e garante acesso
Atlético será o único representante de Goiás na Série A (Foto: Afonso Cardoso)

Diante de mais de 12 mil torcedores, o Atlético Goianiense venceu o Guarani e está de volta à primeira divisão após uma temporada na Série B. Em jogo com altos e baixos, o Dragão fez 3 a 0 com gols de Dodô, do artilheiro Gustavo Coutinho e Matheus Peixoto. Para garantir o acesso, o clube precisava vencer e contar com o tropeço de outros adversários, e foi isso que aconteceu. 

O Dragão chegou para última partida em quinto lugar, com 61 pontos, e precisava da derrota ou empate do rival Vila Nova, em quarto, e do Juventude, em terceiro lugar. E a vaga veio após tropeço do Vila, que perdeu por 3 a 1 para o rebaixado ABC. O Juventude começou perdendo, mas conseguiu virar o jogo e fez 3 a 1 sobre o Ceará. Com a vitória, o Atlético voltou para o G4 e conseguiu o tão sonhado acesso. Além do time goianiense, sobem Vitória, Criciúma e Juventude. 

O Jogo 

Continua após a publicidade

A partida começou equilibrada, com o acesso em jogo e dentro de casa, o Atlético buscou ser mais ofensivo. O Guarani pressionou menos e buscou o ataque quando encontrou espaço. O início foi movimentado, porém, com poucas finalizações, o rubro-negro não conseguiu manter a pressão por muito tempo e o jogo esfriou, a pesar de ter mais posse de bola, não conseguiu converter a vantagem em gols, e o Guarani se defendeu bem. 

O cenário mudou para o Atlético aos 33 minutos, com a expulsão do atacante do Guarani, Iago Teles. Com um a mais, o Atlético-GO passou a dominar as ações enquanto o time visitante permaneceu na defensiva. Aos 46 uma confusão resultou na expulsão de dois atletas, Alix, do Atlético, e João Victor do Bugre. 

Na volta do segundo, o técnico Jair Ventura fez a mudança que resolveu o jogo. No lugar de Lucas Esteves, entrou Dodô, que marcou um gol logo aos cinco minutos. Shaylon cobrou escanteio do lado esquerdo, Baralhas desviou para trás e Dodô marcou de cabeça. 

E a segunda etapa foi dominada pelo Dragão. Minutos depois, Dodô recebeu pela ponta esquerda, fez cruzamento e encontrou Gustavo Coutinho livre que cabeceou para o gol. Coutinho terminou o campeonato como artilheiro da Série B, com 14 gols. O Guarani apareceu pouco no segundo tempo, criou poucas oportunidades, e com dois de vantagem, o Atlético administrou a vantagem. 

Com um cenário favorável, o Dragão marcou o terceiro e sacramentou a vitória. Bruno Tubarão cruzou da ponta direita e Peixoto, sozinho, se jogou na bola para bater de primeira e marcar. Em casa, o rubro-negro venceu por 3 a 0, e apenas esperou o fima da partida do Vila Nova para comemorar o acesso para a Série A. 

Após o jogo, o técnico Jair Ventura falou sobre a conquista: “ A gente prometeu entregar o returno espetacular e com a vitória somos os líderes do returno. A gente sai não só com o resultado, mas com uma bela performance. A gente ganha e convence. Parabéns aos atletas, que são os protagonistas do jogo. Parabéns à torcida”.

Ficha Técnica

Atlético-GO 3 x 0 Guarani

Data: 25 de novembro de 2023

Horário: 17h

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia

Árbitro: José Mendonça da Silva Junior  (PR)

Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Antônio Adriano de Oliveira (MA)

VAR: Marcus Vinicius Gomes (BA)

AVAR: Marcos Vinícius Gomes (MG)

Gols: Dodô aos 5 min /2T, Gustavo Coutinho aos 8 min/2T e Matheus Peixoto aos 46 min/2T (Atlético-GO)

Cartões Amarelos: Lucas Esteves e Matheus Peixoto (Atlético-GO) 

Cartões Vermelhos: Alix Vinícius (Atlético-GO); Iago Teles e João Victor (Guarani)

Atlético-GO: Ronaldo; Bruno Tubarão, Luiz Felipe, Alix Vinícius e Lucas Esteves (Dodô); Matheus Sales, Baralhas (Rhaldney) e Shaylon; Kelvin (Airton) Gustavo Coutinho (Matheus Peixoto) e Luiz Fernando (Heron) 

Técnico: Jair Ventura

Guarani: Pegorari, Diogo Mateus (Isaque), Lucão, Wenderson (Alvariño) e Mayk (Régis); Alan Santos, Lucas Araújo, Gustavo França (Bernardo) Iago Teles, Pabli Tomaz (Lucas Silva) e João Victor.

Técnico: Umberto Louzer

Veja Também