Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Vagner Love comemora bons números: “Me sinto em casa”

O atacante chegou ao Dragão no início do ano e já marcou cinco gols para o time

Postado em: 21-03-2024 às 10h22
Por: Ana Clara de Assis Praxedes
Imagem Ilustrando a Notícia: Vagner Love comemora bons números: “Me sinto em casa”
No último jogo, contra o Goiânia, o atacante deu assistência para o gol da vitória (Foto: Ingryd Oliveira)

O Atlético Goianiense passa pelo seu melhor momento nesta temporada. Há 12 partidas invicto, o time se classificou para a terceira fase da Copa do Brasil, é o líder geral no Campeonato Goiano, e no último domingo (17), garantiu vantagem sobre o Goiânia no jogo de ida das semifinais do estadual. Fora de casa, o Dragão começou perdendo com dois gols de diferença, mas com ótimo poder de reação, a equipe virou o jogo e fechou o placar em 3 a 2. Na volta, que será na próxima segunda-feira (25), no Antônio Accioly, o Atlético tem a vantagem de decidir em casa e pode perder por até um gol de diferença. 

Aos 39 anos, Vagner Love é peça importante no sucesso da equipe atleticana. Ele chegou ao time em janeiro deste ano, vindo do Sport. Desde então, esteve em 24 partidas, marcou cinco gols e prestou duas assistências. O atacante compartilhou a felicidade por fazer parte do time rubro-negro e afirmou que se sente à vontade. “Tô muito feliz aqui, já me sinto em casa, estou muito contente de passar esse período aqui, das coisas estarem acontecendo da melhor maneira possível, da gente estar conseguindo vencer os jogos, seguindo em busca dos nossos objetivos. Desejo que a gente continue assim até o fim da temporada”.

Na vitória de virada contra o Goiânia, Love foi peça importante na reação do time. No segundo tempo, o atleta entrou no lugar de Emiliano Rodriguez, como é de costume do técnico Jair Ventura. Após a substituição, o atacante recebeu na entrada da área e deu ótimo passe para Luiz Fernando fazer o gol da virada. Ele também deu outra assistência e acertou um chute na trave. Após a boa atuação, o jogador afirmou que busca levar aspectos diferentes ao jogo, e não se ater aos gols, que são muito importantes, e disse que assistenciais são quase gols. 

Continua após a publicidade

“Assisti muito ao Muller e ao Evair jogarem. Foram excelentes jogadores, craques mesmo. Temos de procurar fazer algo diferente, não só pensar em fazer gol. Já escutei de outros grandes jogadores que uma assistência é quase um gol. Fui feliz em dar uma assistência para o Luiz Fernando e ele concluir. Ajudou a chegarmos no resultado positivo. Vejo isso com importância, não só de estar ali para fazer o gol, como ajudar com os passes”, afirmou Love.

Veja Também