Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Di Grassi leva bom histórico na Ásia para estreia da categoria em Tóquio

Brasileiro é o piloto com o maior número de pódios da categoria nas pistas daquele continente e vai em busca de novas façanhas em prova inédita no Japão

Postado em: 28-03-2024 às 20h24
Por: Vitória Bronzati
Imagem Ilustrando a Notícia: Di Grassi leva bom histórico na Ásia para estreia da categoria em Tóquio
O piloto brasileiro lidera pelotão durante o ePrix de São Paulo | Foto: LAT

Pela primeira vez, a Fórmula E desembarca no Japão para uma prova nas ruas do coração do país, em Tóquio. No próximo sábado (30), Lucas Di Grassi retorna ao leste do continente asiático, palco que já rendeu boas memórias ao piloto da ABT Cupra, um dos mais experientes e consagrados do grid da categoria.

O retrospecto é bom: o brasileiro é o único piloto que já largou em todas as provas já disputadas na Ásia. Di Grassi já subiu ao pódio por nove vezes, um recorde no Campeonato Mundial.

O continente asiático é realmente importante na trajetória de Lucas Di Grassi na Fórmula E. No ano de 2014, o paulista venceu a corrida que abriu não só o campeonato, mas a história da categoria, justamente no circuito montado em Pequim, na China. No ano seguinte, Lucas obteve sua segunda vitória na Ásia, no ePrix da Malásia.

Continua após a publicidade

Di Grassi largou em 26 provas no continente asiático, sendo duas delas em 2024, na Árabia Saudita, localizada na porção da Ásia ocidental. Ao todo, 194 dos 1041 pontos foram conquistados em pistas localizadas, em sua maioria, na região leste do continente, como China, Coreia do Sul e Hong Kong. Situação que pode se repetir no ePrix de Tóquio, em um circuito de 2.582 km ao redor do Tokyo Big Sight, o maior centro de convenções do Japão.

Energias renovadas

“A última etapa, em São Paulo, foi mais um aprendizado para a equipe. Trabalhamos e conseguimos encontrar um ritmo constante ao longo da prova, mesmo com problemas no carro depois de um toque. A torcida do público ajudou a renovar as energias para essa etapa, que é longe de casa, mas em uma parte do mundo que já me proporcionou boas memórias e momentos importantes para mim no Mundial de Fórmula E”, disse Di Grassi.

“Ainda estou em busca dos primeiros pontos esse ano, mas acredito que a ABT está caminhando para isso. Gostei muito do layout da pista. Acelerar no circuito de rua em Tóquio vai ser uma grande experiência, já que o Japão é um país de apaixonados por automobilismo. O traçado tem três retas longas e curvas apertadas de alta velocidade, então deve ser mais uma corrida desafiadora no calendário”, completou o brasileiro.

Quinta etapa do Mundial, o ePrix de Tóquio tem seu primeiro treino livre marcado para sexta-feira, 29/03, na madrugada brasileira. Seguindo o fuso horário de Brasília, o segundo treino e a classificação acontecem ainda na sexta-feira, com a largada para a prova no sábado, sempre na madrugada. Confira os horários abaixo. O líder da tabela é o neozelandês Nicky Cassidy, com 57 pontos.

Veja Também