Hotel brasileiro Colline de France está entre os melhores do mundo; veja a arquitetura do local

Postado em: 23-05-2022 às 07h15
Por: Lanna Oliveira
O luxuoso hotel Colline de France, que fica em Gramado (RS), foi eleito o segundo melhor do mundo pelo Travellers Choice Awards, prêmio realizado anualmente pelo site TripAdvisor | Foto: Reprodução

Viajar ainda é um dos melhores investimentos que podemos fazer. Desde o momento do sonho da viagem perfeita, até a concretização são etapas que mexem com o verdadeiro turista, aquele apaixonado por desbravar o mundo. E uma parte primordial na programação de uma viagem, das mais simples as mais glamorosas, é a escolha do hotel. Um bom atendimento, conforto, gastronomia e lazer acompanham uma boa hospedagem, e a notícia é, o Brasil tem o segundo melhor hotel do mundo.

O luxuoso hotel Colline de France, que fica em Gramado (RS), foi eleito o segundo melhor do mundo pelo Travellers Choice Awards, prêmio realizado anualmente pelo site TripAdvisor. A propriedade da Serra Gaúcha é a única brasileira da lista e desbancou outros empreendimentos famosos. O ranking é liderado pelo hotel Tulemar Bungalows & Villas, que fica na Costa Rica. Depois do brasileiro na segunda posição está em terceiro o grego Ikos Aria, seguido do Romance Istambul Hotel, na Turquia, e do Omnia, que fica na Suíça e completa o top 5.

O hotel foi construído inspirado na arquitetura francesa e une o melhor de dois mundos: as belezas da Serra Gaúcha e uma viagem ao charme francês. Se você está querendo viajar à cidade e escolher um hotel em Gramado, vale a pena conhecer melhor o que a acomodação oferece e as experiências que você pode viver por lá. Ele fica localizado a cerca de 2 km do centro da cidade, e são 34 suítes na acomodação, um bistrô com cardápio que contempla pratos da gastronomia francesa, academia e um spa com diferentes terapias corporais.

Suas suítes são decoradas em estilo clássico, com móveis de madeira feito à mão e têm entre 22 e 42 metros. Todas elas possuem móveis em estilo imperial, roupa de cama da marca Trussardi/Trusseau com peças de algodão egípcio 300 fios, amenidades da L’Occitane au Brésil, televisão 40 polegadas, cafeteira Nespresso e frigobar. Além disso, o Hotel Coline de France oferece diferentes tipos de travesseiros e pillow top de pluma de ganso sob solicitação. Não tenha dúvidas que o passeio pelo bom gosto francês é cheio de conforto e luxo.

Os empreendedores Jonas e Ana Clara Tomazi, proprietários do hotel, certa vez descreveu a revista Forbes o Colline de France como uma grande história de amor. Primeiro, porque ele foi construído para unir o casal: Anca Clara e o marido decidiram investir no negócio para poder passar ainda mais tempo juntos, em uma época em que ela precisava viajar com frequência a trabalho. Depois, porque eles sempre foram apaixonados pela França, romantismo e decoração, marcas registradas do hotel. 

“Gramado tem um toque europeu e abriga muitos empreendimentos germânicos, italianos, suíços, holandeses, mas não franceses. Pensamos: por que não resgatar essa essência da cidade, que está se perdendo com a chegada dos grandes resorts, e trazer a França, a terra dos eternos apaixonados? Foi daí que o olho brilhou”, conta Ana Clara a Forbes. “Queremos que a experiência também seja uma imersão intelectual, na qual podemos proporcionar aos hóspedes um pouco mais daquela época francesa”, continua a proprietária.

Todo esse luxo, é claro, tem um preço. A suíte mais básica da acomodação é a Petit Colline, com diárias a partir de R$742 + impostos, com café da manhã incluído. Já a Suíte Imperial, a maior da acomodação com 42 m², possui box com duas duchas, sistema de som integrado, lareira ecológica, banheira de hidromassagem com cromoterapia e cama king tem diária de R$2.240 + impostos com café da manhã. O bistrô do hotel funciona para café da manhã, prepara o serviço de quarto e serve também jantar. Suas entradas custam entre R$ 36 e R$ 45 e pratos principais entre R$ 68 e R$ 118.

Quem está por trás do Colline

O gramadense Jonas Tomazi cresceu em contato com o turismo. Sua família é dona de vários empreendimentos na cidade, entre eles outros hotéis e o Snowland, parque temático de neve que é sucesso entre os turistas. Apesar dos negócios familiares, Jonas trabalhava como corretor para captação de investimentos. Já Ana Clara Grings Tomazi é formada em biomedicina, mas atuava há anos como diretora comercial da marca de calçados Piccadilly, cuja família é proprietária. 

Compartilhe: