Buscando novos talentos, projeto qualificará 60 jovens de Goiânia no breaking

Iniciativa capacitará atletas visando a participação nas Olimpíadas de Paris, em 2024

Postado em: 06-07-2022 às 08h54
Por: Elysia Cardoso Ferreira
Iniciativa capacitará atletas visando a participação nas Olimpíadas de Paris, em 2024 | Foto: Alessandra Castro

A Escola Breaking de Goiânia está oferecendo 60 bolsas de estudo para jovens de 14 a 25 anos oriundos de escolas públicas e que sonham em se tornar atletas olímpicos de breaking, uma  dança, arte urbana e esporte que compõe a cultura do hip hop. As inscrições podem ser feitas até 9 de julho.

Além das oficinas de qualificação e formação de novos atletas, os selecionados serão federados junto à Federação Goiana de B.boys e B.girls (FGBB) e receberão todos os itens necessários para participar do projeto, como materiais esportivos, uniformes, vale transporte e lanche, além de acompanhamento psicossocial, de saúde e jurídico.

A iniciativa, que é um projeto inédito da entidade Centro de Cidadania Negra do Estado de Goiás (CENEG-GO), em parceria com a Secretaria Municipal de Esportes de Goiânia, tem o objetivo de abrir espaço para novos talentos, bem como qualificar jovens de ambos os sexos no breaking, mais nova modalidade olímpica, visando a participação nas Olimpíadas de Paris, que acontecerá em 2024.

Continua após a publicidade

“Os jovens necessitam de meios que ofereçam um espaço para interação entre os mundos, vislumbrados por suas percepções, concepções e a realidade sociocultural a qual estão inseridos e para qual estão sendo preparados, além do desenvolvimento de suas habilidades esportivas”, destaca Aluísio Black, presidente do CENEG-Goiás e idealizador do projeto.

Aulas e fundamentos 

Além de oficinas teóricas sobre os fundamentos do breaking e assuntos baseados na tipificação nacional e internacional do segmento, os selecionados terão aulas práticas, seguindo todas as diretrizes socioesportivas, onde aprenderão movimentos como popping e locking, power move, toprock e footwork.

A formação também contará com ações de socialização e desenvolvimento socioemocional, como dinâmicas, jogos vivenciais e conteúdos específicos esportivos, bem como atividades que estimulem o cognitivo e o lúdico e que contribuam para o estímulo do raciocínio lógico, o reforço escolar e o desenvolvimento pessoal.

As aulas serão ministradas pelo período de sete meses, a partir de 11 de julho, às segundas, quartas e sextas-feiras, na sede social da entidade CENEG-GO, que fica na: (Avenida Independência, nº 41, no Setor Morais). Ao todo, serão formadas duas turmas no período matutino e outras duas na parte da tarde, com 15 alunos cada.
A programação ainda contará com quatro encontros competitivos, que ocorrerão aos sábados, a cada dois meses, com a proposta de formar um ranking entre os assistidos, visando a participação nas Olimpíadas da França. As atividades serão conduzidas por uma equipe multidisciplinar formada por arte educadores, educador físico, intérprete de LIBRAS, pedagogo e psicóloga, entre outros. Mais informações pelo site  (www.escoladebreaking.com.br).

Veja Também