Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Brasil é reconhecido pelo Banco Mundial como 7º líder em Governo Digital entre 198 países

À frente do Brasil, constam apenas: Coreia do Sul, Estônia, França, Dinamarca, Áustria e Reino Unido.

Postado em: 26-10-2021 às 15h12
Por: Victoria Lacerda
Imagem Ilustrando a Notícia: Brasil é reconhecido pelo Banco Mundial como 7º líder em Governo Digital entre 198 países
À frente do Brasil, constam apenas: Coreia do Sul, Estônia, França, Dinamarca, Áustria e Reino Unido. | Foto: Reprodução/Internet

No final de setembro, o Banco Mundial avaliou o Brasil como o sétimo país com a mais alta maturidade em governo digital no mundo. O resultado faz parte de um ranking, calculado pelo índice GovTech Maturity Index 2020 do banco, que avalia o estado atual da transformação digital do serviço público em 198 economias mundiais.

De acordo com o ranking, o Brasil ficou à frente de todas as demais nações das Américas, incluindo Estados Unidos e Canadá. À frente do Brasil, constam apenas Coreia do Sul, Estônia, França, Dinamarca, Áustria e Reino Unido. Além disso, o Brasil é o único país entre os dez primeiros que tem mais de 100 milhões de habitantes.

Segundo o governo, o resultado se deve ao avanço da plataforma gov.br, que hoje já dispõe de mais de 115 milhões de usuários. No início de 2019, os acessos eram feitos por cerca de 1,8 milhão de pessoas. A plataforma permite o acesso a diversos serviços digitais e facilita a obtenção de informações e o relacionamento do cidadão com o governo.

Continua após a publicidade

O índice GovTech do Banco Mundial avaliou 198 economias globais sob quatro aspectos: suporte aos principais sistemas de governo; aprimoramento da prestação de serviços; integração do engajamento do cidadão; e incentivo às habilidades digitais das pessoas no setor público, ao regime legal e regulatório apropriado, à capacitação e à inovação.

O Brasil foi destaque em soluções digitais de impacto massivo, como auxílio emergencial, Meu INSS, seguro desemprego e seguro desemprego do empregado doméstico, carteiras digitais de trabalho e de trânsito e o PIX.

Veja Também