Furto e roubo de smartphones disparam neste semestre no Brasil

No estado de São Paulo, comparando os meses de janeiro a maio de 2021 em relação ao mesmo período deste ano (2022), os números de furtos e roubos cresceram em 41% e 21%.

Postado em: 03-08-2022 às 11h32
Por: Alexandre Paes
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, estado com maior índice de criminalidade, houve um aumento gigantesco nos números do estado mais populoso do País | Foto: Ilustração

O aumento da oferta de smartphones 5G e a queda de mais de 30% nos valores fez a venda desse tipo de aparelho crescer 230% no Brasil de janeiro a maio de 2022, aponto um levantamento da consultoria GfK. E, quanto mais aparelhos com funções inovadoras, maior o interesse de pessoas mal intencionadas. O número de furtos e roubos cresceu 5,4% no país. Em 2021 foram 365.619, contra 346.974 de 2020. Os dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, estado com maior índice de criminalidade, houve um aumento gigantesco nos números do estado mais populoso do País. No estado de São Paulo, comparando os meses de janeiro a maio de 2021 em relação ao mesmo período deste ano (2022), os números de furtos e roubos cresceram em 41% e 21%.

Responsável por 12,5% do total de celulares vendidos durante o período, a nova tecnologia cada vez mais cai no gosto dos brasileiros. Entre janeiro e maio de 2022 foram vendidos 14,4 milhões de celulares no País. Associado a venda, os roubos de celulares também no Brasil aumentaram 0,6% entre 2020 e 2021. No ano passado foram 481.694, contra 478.969 de 2020.

Continua após a publicidade

O estado que registrou o maior número de crimes (roubos e furtos) em 2021 foi São Paulo, como 150.333 roubos e 139.128 furtos. Minas Gerais ficou em segundo lugar com 13.213 roubos e 34.541 furtos. Em seguida o estado do Pará ocupou o terceiro lugar, com 41.544 roubos e 19.270 respectivamente.

Veja Também