Segunda-feira, 15 de abril de 2024

PF investiga submarino encontrado no Pará

Após o avistamento pelos pescadores, a PF investigará suspeita de que embarcação seria usada para tráfico internacional de drogas

Postado em: 24-02-2024 às 17h29
Por: Tathyane Melo
Imagem Ilustrando a Notícia: PF investiga submarino encontrado no Pará
Agora, a perícia irá determinar a origem da embarcação, se foi fabricada localmente no Pará ou se foi transportada de outra região | Foto: Divulgação/ PF

Pescadores fizeram uma descoberta surpreendente na cidade de São Caetano de Odivelas, no Pará, na última quinta-feira (22). Um submarino foi avistado na região, levantando preocupações sobre possíveis atividades ilícitas. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), a embarcação será submetida a uma perícia em Belém e já está sob investigação da Polícia Federal (PF).

Este achado ressalta a persistência de uma preocupação antiga com o tráfico de drogas na região, já que São Caetano de Odivelas está próxima a Vigia, onde, em 2015, foi descoberto o primeiro narcossubmarino do Brasil.

A investigação inicial não apresenta evidências concretas de ligação entre o submarino encontrado pelos pescadores e o tráfico de drogas. No entanto, a história do Brasil com o uso de embarcações submersíveis para transporte de narcóticos não é nova. Desde 2010, autoridades brasileiras têm desmantelado pelo menos cinco tentativas de envio de cocaína por meio de submersíveis operados por organizações criminosas.

Continua após a publicidade

O contexto internacional também é relevante, com relatos de narcossubmarinos brasileiros sendo interceptados no exterior. Em março de 2023, um desses submarinos, encontrado semissubmerso em Arousa, na Espanha, foi identificado como tendo partido do Brasil, carregado com drogas e tripulado por três pessoas. Autoridades espanholas encontraram vestígios de itens brasileiros, como cobertores, roupas e alimentos, a bordo da embarcação.

Após o avistamento pelos pescadores, a polícia local conduziu uma inspeção preliminar da embarcação. Embora nenhum entorpecente tenha sido encontrado, o submarino foi confiscado para investigação. Os pescadores relataram às autoridades que a embarcação estava encostada em árvores em uma área afastada da costa, indicando possíveis tentativas de ocultação.

Agora, a perícia irá determinar a origem da embarcação, se foi fabricada localmente no Pará ou se foi transportada de outra região. Além disso, serão analisados possíveis resquícios de drogas e a finalidade para a qual o submarino estava sendo usado. Questões como peso, tamanho e capacidade também serão investigadas durante a perícia.

Veja Também