Governo Biden derruba censura imposta por Trump desde 2017 e divulga número de bombas nucleares

A decisão de divulgação dos dados se insere em uma estratégia de Joe Biden em tentar retomar as conversas com a Rússia.

Postado em: 06-10-2021 às 10h08
Por: Victoria Lacerda
A decisão de divulgação dos dados se insere em uma estratégia de Joe Biden em tentar retomar as conversas com a Rússia. | Foto: Reprodução/Internet

Derrubando a censura imposta no governo Trump há aproximadamente quatro anos, o atual presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, liberou pela primeira vez os números de ogivas nucleares que o país armazena. 

De acordo com informações da Folha de S.Paulo, o inventário foi divulgado em meio ao esforço do governo de Biden para retomar as negociações sobre o controle de armas com a Rússia, após Trump ter paralisado as tratativas.

“Aumentar a transparência dos arsenais nucleares dos Estados é importante para os esforços de não proliferação e desarmamento, incluindo os compromissos sob o Tratado de Não Proliferação, além dos esforços para monitorar todos os tipos de armas nucleares, incluindo operacionais e não operacionais, estratégicas e não estratégicas”, assinalou o Departamento de Estado.

Continua após a publicidade

Os dados divulgados mostram que até 30 de setembro de 2020, o Exército dos Estados Unidos mantinha 3.750 ogivas nucleares ativas e inativas, 55 a menos que no ano anterior e 72 a menos do que na mesma data em 2017. 

Em comunicado, o Departamento de Estado revelou que houve uma redução de 88% em relação ao maior número de armas nucleares mantidas pelo país, em 1967. 

A decisão de divulgação dos dados se insere em uma estratégia de Joe Biden em tentar retomar as conversas com a Rússia sobre acordos de controle de armamentos, nucleares e convencionais, de acordo com O Globo.

Veja Também