Com guerra entre Ucrânia e Rússia, preços do pão, óleo vegetal e carne bovina poderão subir no Brasil

Países são responsáveis por 15% da produção mundial de trigo e os ucranianos vendem 17% do milho do mercado mundial

Postado em: 25-02-2022 às 16h18
Por: Augusto Sobrinho
Países são responsáveis por 15% da produção mundial de trigo e os ucranianos vendem 17% do milho do mercado mundial | Foto: Reprodução

Muito se pergunta sobre o que o conflito entre Ucrânia e Rússia poderia impactar aqui no Brasil. Mesmo acontecendo em outro continente, o mercado de alimentos é um sistema internacional de importações e exportações. Com isso, diversos grãos poderão ficar mais caros no Brasil e, se intensificado, outros setores também serão afetados.

Após a invasão, na madrugada desta quinta-feira (24/02), podemos acompanhar que os preços globais do petróleo saltaram acima de US$ 105 por barril, atingindo seu nível mais alto desde 2014. Esta realidade poderá afetar os preços cobrados nos postos de combustível e ficará mais caro encher o tanque.

Além disso, a Rússia e a Ucrânia são responsáveis por 15% da produção mundial de trigo e os ucranianos vendem 17% do milho do mercado mundial. Com os conflitos entre os país, esses produtos ficarão mais caros no cenário de exportações internacionais, o que preocupa os frigoríficos e produtores brasileiros.

Continua após a publicidade

Se intensificada a crise, os preços de alimentos derivados, como por exemplo, biscoitos, bolachas, pães e óleos vegetais poderão ficar mais caros nas prateleiras. Além disso, o milho é o principal componente da dieta animal, como as vacas, e o aumento de preço dos produtos poderá também encarecer o valor da carne.

“Imagina se do dia para noite tira do mapa esse grande volume de trigo. O preço explode internacionalmente”, diz José Carlos de Lima, sócio da consultoria Markestrat, em entrevista à Revista Veja. O especialista também destaca que o comércio internacional será fortemente abalado pela guerra.

Por fim, a Rússia é o maior produtor mundial de fertilizantes e é o principal fornecedor do Brasil, dessa forma, a guerra poderá estreitar as relações com nosso país e gerar redução das exportações.

Veja Também