Grávida fotografada durante fuga de maternidade bombardeada na Ucrânia dá à luz

Influencer de moda batizou a filha de Veronika, em homenagem a Nike, deusa da vitória na mitologia grega

Postado em: 12-03-2022 às 18h44
Por: Augusto Diniz
Influencer de moda batizou a filha de Veronika, em homenagem a Nike, deusa da vitória na mitologia grega | Foto: Evgeniy Maloletka

A imagem da influencer de moda ucraniana Marianna Podgurskaya, que estava gravida e foi fotografada na quinta-feira (10/3) enquanto descia as escadas de uma maternidade bombardeada pelos russos na quarta-feira (9/3) na cidade portuária de Mariupol, na Ucrânia, rodou o mundo. Na sexta-feira (11/3) a jornalista Olga Tukariuk informou que Marianna deu à luz em local não revelado e batizou a filha de Veronika em homenagem a Nike, a deusa da vitória na mitologia grega.

De acordo com informações da jornalista ucraniana, “elas estão bem, mas em Mariupol está muito frio e os bombardeios não param”. Os relatos foram feitos por Olga em sua conta no Twitter, inclusive com as fotos de Marianna com a filha Veronika logo após o parto. O registro foi feito por Evgeniy Maloletka.

A influencer de 26 anos teria sobrevivido aos ataques à unidade de saúde que matou três pessoas e deixou ao menos 17 feridos, segundo informações das autoridades de Mariupol.

Continua após a publicidade

Por outro lado, a embaixada da Rússia no Reino Unido alegou que a mulher seria uma atriz sendo usada para criminalizar os russos durante o confronto no Leste europeu. Na versão russa, Marianna estaria encenando o papel de uma ucraniana grávida em um ensaio fotográfico de “propaganda pró-Kiev”, capital da Ucrânia.

O Twitter removeu as postagens da embaixada da Rússia horas depois da publicação. De acordo com a rede social, o conteúdo violou a política de uso da plataforma com conduta odiosa e comportamento abusivo. As informações são do jornal The Daily Beast, dos Estados Unidos.

Veja Também