Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Mundo tem gasto recorde com defesa em 2023, com US$ 2,2 trilhões, aponta estudo

Geopolítica tensa e novos conflitos impulsionam aumento de 9% nos orçamentos militares globais

Postado em: 16-02-2024 às 11h19
Por: Cecília Epifânio
Imagem Ilustrando a Notícia: Mundo tem gasto recorde com defesa em 2023, com US$ 2,2 trilhões, aponta estudo
Mundo gasta recorde em defesa em 2023, com US$ 2,2 trilhões, aponta estudo | Foto: GettyImages

O mundo nunca gastou tanto com seus exércitos desde a Segunda Guerra Mundial. Em 2023, os orçamentos militares globais atingiram um recorde de US$ 2,2 trilhões, um aumento de 9% em relação ao ano anterior, segundo o Instituto Internacional de Estudos Estratégicos (IISS).

Esse valor é superior ao PIB do Brasil, que em 2023 foi de R$ 10 trilhões. O cenário demonstra a crescente tensão geopolítica em diferentes regiões do globo, com novos conflitos surgindo nos últimos tempos, como Israel x Hamas, Rússia x Ucrânia, bombardeios no Mar Vermelho, tensões entre China e Taiwan e ataques entre EUA e Irã.

O instituto que fez o levantamento alerta que o mundo pode estar entrando em uma “década mais perigosa” a partir de agora, justamente por causa dessas guerras.

Continua após a publicidade

Estados Unidos lideram em gastos militares

Os Estados Unidos lideram com folga o ranking de gastos militares, investindo US$ 905 bilhões em suas Forças Armadas no ano passado. Isso representa 41% do total gasto por todos os outros países juntos.

No entanto, quando se compara o gasto com a porcentagem do PIB de cada país, a Rússia assume a liderança, investindo 4% do PIB em defesa, contra 3,3% dos EUA e 1,2% da China.

Destaques:

  • Com medo de uma invasão da China, Taiwan teve o maior aumento de gastos militares, com +20%.
  • A guerra na Ucrânia pressionou países da OTAN a aumentarem os investimentos em seus exércitos, com um crescimento de 8,5%.

Brasil sobe no ranking, mas foco está em salários e previdência

O Brasil passou de 15º para 14º no ranking de gastos militares, com US$ 24,2 bilhões. A diferença é que, por aqui, 80% da despesa brasileira foi com salários e previdência, enquanto apenas 20% foi direcionado para investimentos em novas tecnologias e equipamentos.

O que significa este cenário?

O aumento dos gastos militares em todo o mundo é um sinal preocupante da crescente militarização do planeta. As tensões geopolíticas e os novos conflitos que surgem estão levando os países a investir mais em suas Forças Armadas, o que pode alimentar uma nova corrida armamentista.

É importante lembrar que os gastos militares representam um custo enorme para as sociedades, desviando recursos de outras áreas importantes como educação, saúde e infraestrutura. É necessário que os países busquem soluções pacíficas para os conflitos e trabalhem para reduzir as tensões internacionais.

Veja Também