Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Vereadora quer proibir banheiros unissex em estabelecimentos da capital

Segundo a vereadora Gabriela Rodart (DC), as mulheres devem ser protegidas de quaisquer constrangimentos e invasão de sua privacidade

Postado em: 18-11-2021 às 09h50
Por: Felipe Cardoso
Imagem Ilustrando a Notícia: Vereadora quer proibir banheiros unissex em estabelecimentos da capital
Segundo a vereadora Gabriela Rodart (DC), as mulheres devem ser protegidas de quaisquer constrangimentos e invasão de sua privacidade | Foto: Reprodução

A vereadora Gabriela Rodart (DC) protocolou na Câmara Municipal de Goiânia um projeto de lei que proíbe banheiros unissex nos estabelecimentos privados. A justificativa é que o convívio social pressupõe o respeito de várias normas morais, competindo ao Estado, através de suas leis, garantir essa ordem.

Segundo a vereadora, as mulheres devem ser protegidas de quaisquer constrangimentos e invasão de sua privacidade: “É inaceitável que as mulheres de nossa cidade sejam vítimas de insegurança, sendo obrigadas a dividir o banheiro com homens. Mesmo se esses homens passarem a se vestir como mulheres, ainda assim nenhuma mulher se sente segura nessa situação. É claro que ela estará vulnerável, pois é mais fraca fisicamente, e o risco de estupros ou qualquer tipo de assédio sexual se torna muito maior”.

Além da justificativa quanto à vulnerabilidade das mulheres adultas, Gabriela Rodart também ressalta o risco que crianças podem sofrer: “Meninas também usam o banheiro de estabelecimentos privados. Qual pai e qual mãe gostaria que sua filha fosse surpreendida pela presença de um homem urinando no banheiro? Se os parlamentares dessa Casa não se posicionarem quanto a esse problema, estarão cooperando com esse absurdo. Não podemos ser omissos”.

Continua após a publicidade

Polêmica

Vale lembrar que recentemente um vídeo mostrando banheiros de gênero neutro em uma filial do McDonald’s de Bauru (SP) gerou discussão e dividiu opiniões entre usuários de redes sociais. As imagens foram gravadas por uma senhora moradora da cidade, que se indignou com os banheiros, mesmo eles sendo para uso individual.

“Gente, é um absurdo. Tem que fechar isso. Eu não quero usar o banheiro com homem, com mulher, onde todo mundo usa o mesmo banheiro”, afirmou a mulher em meio as gravações, dando a entender falsamente que os banheiros eram coletivos. Ao final, a mulher chega a proferir palavras de ódio. “Chega a ser nojento”, afirmou. O vídeo já chegou a 1,9 milhão de visualizações no Twitter. Na rede social, no entanto, alguns usuários levaram o fato com humor.

Veja Também