Secretário de Saúde de Anicuns é abordado por suspeita de campanha em carro oficial da prefeitura

Além do carro em que estava o secretário, outro veículo, que pertence à Secretaria de Saúde, também teria sido abordado.

Postado em: 30-09-2022 às 12h26
Por: Redação
Além do carro em que estava o secretário, outro veículo, que pertence à Secretaria de Saúde, também teria sido abordado. | Foto: Reprodução/Instagram

O secretário de Saúde de Anicuns, Thiago Moura, foi abordado na noite desta quinta-feira (29/9) pela Polícia Militar por suspeita de utilizar um carro oficial da pasta para campanha eleitoral.

Além do carro em que estava o secretário, outro veículo, que pertence à Secretaria de Saúde, também teria sido abordado. Ambos, com carro plotado estariam distribuindo material de campanha na Praça da Igreja Matriz, em Senador Canedo. Os automóveis chamaram a atenção por ter o emblema da prefeitura. 

O caso ocorreu na noite da última quinta-feira (29/9) durante uma abordagem de rotina da Polícia Militar em Senador Canedo. Os policiais identificaram que dois carros, um Voyage, adesivado com foto de um candidato a deputado federal, e uma Caminhonete Mitsubishi, ambos pertencentes a Secretaria Municipal de Saúde de Anicuns, e estariam distribuindo material de campanha nas ruas principais de Senador Canedo.

Continua após a publicidade

Segundo o boletim de ocorrência, a polícia recebeu denúncia anônima por volta de 21h30, onde o denunciante relatou que teria carros oficiais transportando o material nas proximidades da Praça da Igreja Matriz, em Senador Canedo. Os policiais identificaram os veículos e fizeram a abordagem localizando no porta-malas uma pequena quantidade de material político. O condutor foi liberado após a ocorrência ser registrada.

A suspeita é de crime eleitoral já que, Thiago Moura, teria utilizado indevidamente de um bem público para fazer campanha política. O caso deve ser investigado pelo Ministério Público de Goiás.

Em nota, Thiago afirmou que não houve prisão ou apreensão de veículos. O secretário diz, também, que o material político foi encontrado em seu veículo, e que ele foi liberado.

Leia o relato da abordagem na íntegra:

“A equipe da VTR212127, composta pelo Sgt Ildemar e Sgt C.Sousa, em patrulhamento pela avenida do comércio recebemos uma denuncia anônima via telefone onde o denunciante relata que teria um veículo VW Voyagem de cor branca e que possivelmente seria um veículo oficial e que estaria transportando material de campanha política, e estaria nas proximidades da praça da igreja matriz. A equipe visualizou o veículo na rua sete de setembro do setor vila santa rosa e procedeu a abordagem padrão e ao verificar junto ao portal os documentos do veículo e do condutor não foi encontrado nenhum tipo de alteração, e ao proceder a buscar veicular foi localizado no porta malas do veículo em questão uma pequena quantidade material politico que segue fato em anexo. Diante dos fatos, entramos em contato com superiores que nos orientou a registrar a ocorrência liberar o abordado.”

Resposta

Em vídeo publicado, Thiago Moura reitera que não houve prisão e que ocorreu apenas uma abordagem de rotinas sem crime constatado. O Secretário diz, também, que está sendo vítima de perseguição política.

“O que aconteceu ontem foi uma abordagem policial que não constatou nada e me liberou em saída. Não tem santinho, não tem dinheiro, não tem gasolina e não tem crime eleitora. Estão publicando isso por a mídia recebeu orientação para que me atacasse pois faço oposição a prefeitura”, disse.

Veja Também