Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Padilha ameniza queda na aprovação de Lula, mas afirma que dados devem ser observados ‘com cuidado’ 

O ministro de Relações Institucionais da gestão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez analogia entre resultados do governo e filmes fotográficos: ‘tem que olhar essa fotografia com cuidado, com atenção, não negar que ela existe, mas sem perder o filme como um todo’

Postado em: 18-03-2024 às 15h36
Por: Isadora Miranda
Imagem Ilustrando a Notícia: Padilha ameniza queda na aprovação de Lula, mas afirma que dados devem ser observados ‘com cuidado’ 
O ministro de Relações Institucionais da gestão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez analogia entre resultados do governo e filmes fotográficos: ‘tem que olhar essa fotografia com cuidado, com atenção, não negar que ela existe, mas sem perder o filme como um todo’ | Foto: Pedro França/Agência Senado

O ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, disse que a queda na aprovação do governo Lula (PT) deve ser observada “com cuidado”. As declarações foram feitas durante entrevista à GloboNews, ocorrida na manhã desta segunda-feira (18/3). 

“Tem um filme muito positivo e tem fotografias do momento, que não podem ser negligenciadas. Tem uma fotografia dessas pesquisas, que mostram oscilação em alguns segmentos importantes que deram a vitória ao presidente Lula. Outros segmentos que a gente tinha ampliado o diálogo no ano passado? Então a gente tem que olhar essa fotografia com cuidado, com atenção, não negar que ela existe, mas sem perder o filme como um todo”, avaliou Padilha.  

Além disso, o ministro afirmou que 2024 é um ano de colher aquilo que foi semeado em 2023. “O filme do governo nesse momento é um governo que reduziu o desemprego, alcançou taxas de crescimento que ninguém achava que ia ter, controlou a inflação, recriou políticas sociais”, defendeu o ministro 

Continua após a publicidade

Entretanto, a conclusão é que, mesmo com melhorias, nem todos os problemas enfrentados pela população brasileira puderam ser resolvidos e, por isso, houve a queda na aprovação da gestão.  

Veja Também