Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Em caso arquivado, ex de Ramagem diz ter sofrido ameaças do deputado

Ramagem alega inocência; caso foi arquivado

Postado em: 27-03-2024 às 18h00
Por: Isadora Miranda
Imagem Ilustrando a Notícia: Em caso arquivado, ex de Ramagem diz ter sofrido ameaças do deputado
Ramagem alega inocência; caso foi arquivado | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Em 2008, uma polêmica envolvendo o atual deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ), que também é pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro, veio à tona após uma ex-namorada registrar um boletim de ocorrência, alegando ter sido perseguida após fazer uma denúncia contra ele na Polícia Federal.

O caso, que foi arquivado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por falta de provas que corroborassem o relato da mulher, a advogada Roma Angélica de França, agora ressurge com novos detalhes, gerando questionamentos sobre as supostas conduta do político.

Roma Angélica de França, que se relacionou por mais de um ano com Ramagem, registrou o boletim de ocorrência na 10ª DP (Botafogo), relatando ter sido perseguida por um veículo Gol prata, cujo motorista teria feito gestos ameaçadores. Ela também indicou que o pai do deputado, João Rodrigues, teria ameaçado-a por telefone, afirmando ser advogado de Alexandre e que ela “não sabia com quem estava mexendo”.

Continua após a publicidade

Por sua vez, Ramagem nega veementemente todas as acusações feitas por Angélica de França. Em nota, o deputado enfatizou que nunca teve um relacionamento fixo com ela e que não residia no mesmo endereço que a advogada. Ele também declarou que não estava no Rio de Janeiro no momento em que o boletim de ocorrência foi registrado, pois estava trabalhando na Polícia Federal de Roraima.

O caso, que envolveu também o pai do deputado, foi arquivado em maio de 2010 por falta de provas. Ramagem ressalta que a investigação concluiu que as acusações eram infundadas e que a ocorrência foi encerrada sem qualquer pedido de oitiva ou manifestação dele, por total ausência de nexo.

Entretanto, as revelações trazidas à tona lançam uma sombra sobre a candidatura de Ramagem à Prefeitura do Rio de Janeiro, colocando em xeque sua idoneidade e integridade como político e figura pública. Com as eleições municipais se aproximando, o episódio ganha destaque novamente, aumentando a pressão sobre o pré-candidato e suscitando debates sobre a transparência e ética na vida política.

Veja Também