Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Ministra Damares lança oficialmente campanha contra suicídio e automutilação, em Goiânia

Ela diz que o lançamento oficial da campanha é em Goiás por ser, primeiro, um Estado vizinho, e principalmente por causa dos números no Entorno do Distrito Federal

Postado em: 19-06-2019 às 14h15
Por: Redação
Imagem Ilustrando a Notícia: Ministra Damares lança oficialmente campanha contra suicídio e automutilação, em Goiânia
Ela diz que o lançamento oficial da campanha é em Goiás por ser, primeiro, um Estado vizinho, e principalmente por causa dos números no Entorno do Distrito Federal

Da Redação

A ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Diretos Humanos, Damares Regina Alves, ao fazer uso da palavra durante o lançamento da Campanha Nacional, Acolha a Vida, de Prevenção ao Suicídio e Automutilação da Criança e do Adolescente, salienta a necessidade de união de todas as esferas da sociedade para reverter a situação. “Pessoas incríveis estão se suicidando, e o efeito dominó provocado por isso é motivo de muita preocupação”, aponta. O encontro ocorreu na manhã desta quarta-feira (19) na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), em Goiânia.  

Continua após a publicidade

De acordo com Damares, o assunto suicídio foi tratado durante muito tempo como tabu. “Agora, que temos um homem corajoso na Presidência da República, (o tema) passou a ser abordado de forma diferente e vamos trabalhar para modificar isso”, explica a ministra. “Estamos diante de uma tragédia e teremos coragem de falar. Só um Governo comprometido com a família tem coragem de falar sobre isso”, pontua a ministra.

Damares salienta que muitas famílias já passaram pela situação e outras têm amigos que já perderam alguém. Ela alerta para a uma realidade em que há “meninos e meninas se machucando e se suicidando”.

Para conhecer a realidade das crianças e adolescentes, Damares conta que passou a participar de grupos de Whatsapp, como o Anjos do suicídio. “Conheci o inferno do inferno. Por noites eu não dormia. Fui entender o porquê, e participei de reuniões para compreender”, explica a ministra.

Ela diz que o lançamento oficial da campanha é em Goiás por ser, primeiro, um Estado vizinho, e principalmente por causa dos números no Entorno do Distrito Federal. “A gente vai trazer parcerias, campanhas de prevenção e treinamento. Inclusive com atendimento por telefone”, explica.

A ministra propôs ainda o debate na Comissão da Alego a fim de que a realidade possa ser melhor compreendida, já que atualmente são cerca de 20% dos jovens brasileiros que se cortam. “Que este Estado junto conosco fale: nós acolhemos a vida!”, completa a ministra.

Reconhecimento

Damares, que também foi agraciada com a maior honraria da Assembleia Legislativa, a Medalha do Mérito Legislativo Dr. Pedro Ludovico Teixeira, salienta a importância de os membros do Ministério Público goiano, integrantes da força-tarefa que levou João de Deus, uma liderança religiosa no município de Abadiânia, à prisão.

“O Brasil ganhou com a persistência de vocês”, elogia. “Não é só no Brasil. Falamos na ONU, no Mercosul. Vocês não fizeram para colocar um criminoso na cadeia, mas para salvar vidas. Vocês acreditaram nas mulheres envolvidas no caso”, salienta a ministra. 

Veja Também