Entenda a teoria que associa Jair Bolsonaro a ‘Oranoslob, demônio do ódio e da mentira’

Vídeo compartilhado no TikTok na última semana chegou a outras redes sociais e está repercutindo na internet

Postado em: 20-09-2021 às 17h28
Por: Giovana Andrade
Vídeo compartilhado no TikTok na última semana chegou a outras redes sociais e está repercutindo na internet. | Imagem: Reprodução

Um vídeo compartilhado no TikTok na última semana chegou a outras redes sociais e está repercutindo na internet. Na gravação, uma senhora aparece afirmando que quem votou no presidente Jair Bolsonaro, votou no demônio. “É só você escrever o nome do Bolsonaro ao contrário, ‘ORANOSLOB’, vai no Google, digita esse nome, e veja o que você vai encontrar”, ela diz.

Em seguida, ela mostra uma página da internet, intitulada “Oranoslob e o culto ao ódio e à mentira”, onde são apresentados detalhes sobre o suposto ‘Lorde Demoníaco cultuado por assassinos, torturadores, demônios e pessoas enganadas pelas mentiras de Oranoslob’.

A associação entre o presidente e ‘Oranoslob’, no entanto, é uma fake news, já que o único registro encontrado na internet a respeito do ‘demônio’ é aquele compartilhado no vídeo. A publicação em questão, por sua vez, data de setembro de 2018 e faz parte de um blog de RPG, sigla em inglês para role-playing game (jogo de intepretação de papéis, em tradução livre), um gênero de jogo no qual os jogadores assumem o papel de personagens imaginários.

Antes de apresentar Oranoslob, o blog deixa claro que se trata de um personagem. “Vocês pediram e o blog atendeu! Mais conteúdo de RPG nesse tempo em que só se fala em outras coisas! Um novo antagonista demoníaco para seus jogos, com um culto fanático e cruel para atrapalhar seus jogadores!”, diz a publicação.

Oranoslob, portanto, trata-se de um vilão fictício, criado com o intuito de satirizar a imagem de Jair Bolsonaro e criticar a postura do então candidato, atual presidente. A publicação, cuja data antecede as eleições de 2018, se encerra traçando uma crítica aos posicionamentos de Bolsonaro.

“Esta postagem não é puramente sobre RPG. Sempre carregamos dogmas, crenças e valores em tudo que fazemos. Por isso é preciso dizer #EleNão! E isto não é uma questão política. Trata-se de ser contra o ódio, a violência, a tortura, a opressão, o medo. O tal candidato, referido aqui como o COISO, não tem propostas políticas. Mesmos seus seguidores devem admitir isso. É só procurar seu programa de governo. É apenas recheado de poucas páginas de frases genéricas, sem nada concreto”, escreveu o autor do blog.

Veja Também