Luc Montagnier, virologista francês que descobriu o HIV, morre aos 89 anos; entenda

Antes do início da epidemia da aids, Montagnier realizou descobertas importantes sobre a natureza do vírus.

Postado em: 11-02-2022 às 18h30
Por: Eduarda Albuquerque
O virologista faleceu nessa última terça-feira (08/2) na presença de seus filhos | Foto: Reprodução

Ganhador do Prêmio Nobel, virologista francês Luc Montagnier que participou da descoberta do vírus da imunodeficiência humana (HIV), morreu aos 89 anos, no dia 08 de fevereiro, e na presença de seus filhos. O cientista compartilhou metade do prêmio com a francesa Françoise Barré-Sinoussi, por seu papel na descoberta do vírus da aids. A outra metade foi destinada ao pesquisador de câncer Harald zur Hausen, na Alemanha.

Antes do início da epidemia da aids, Montagnier realizou descobertas importantes sobre a natureza do vírus e contribuiu para a compreensão de como eles podem alterar a informação genética presente nos organismos hospedeiros. O cientista também pesquisou sobre o interferon, uma das defesas do corpo contra o vírus, e abriu diversos caminhos para a cura de doenças virais.

Em 2020, o especialista gerou polêmica por afirmar que acreditava que o novo coronavírus havia sido criado em laboratório chinês.

Veja Também