Justiça suspende festa “Plano B do Carnaval” de Anitta, Gkay e influenciadores digitais na Bahia

O evento seria realizado, durante o período do carnaval, em uma mansão dentro de um condomínio de luxo em Camaçari

Postado em: 18-02-2022 às 15h03
Por: Augusto Sobrinho
O evento seria realizado, durante o período do carnaval, em uma mansão dentro de um condomínio de luxo em Camaçari | Foto: Reprodução

A Justiça federal da Bahia determinou, nesta sexta-feira (18/02), a suspensão da festa “Plano B do Carnaval”, que contaria com a presença de diversos influenciadores digitais, a cantora Anitta e Géssica Kayane, a Gkay. O evento seria realizado, durante o período do carnaval, em uma mansão dentro de um condomínio de luxo em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador.

O evento, que era organizado pela Gkay e pela marca de bebidas Beats, da cervejaria Ambev,  já teve atrações nos dias 16 e 17 e nesta sexta (18). Além disso, previa shows nos dias, 26, 27 e 28 de fevereiro e 1º e 2 de março. O próprio Condomínio Busca Vida entrou com pedido na Justiça devido o local ficar em uma área de proteção ambiental (APA), 

Além disso, o condomínio destacou que este é o período de defeso e desova das tartarugas marinhas nas praias próximas e que o evento tem “potencial para comprometer o ciclo de desova”. A Justiça determinou que a festa seja restrita à área interna da casa, sem utilizar o palco montado na área da piscina. Porém, o condomínio ainda teme prejuízo à segurança, ao sossego e à saúde dos vizinhos.

Continua após a publicidade

Por fim, a Justiça estabeleceu multa diária de R $50 mil, caso o evento seja realizado. A assessoria da organização da festa ainda não se posicionou sobre a decisão. Vale destacar também que o governo da Bahia cancelou o Carnaval de rua em 2022 devido ao aumento de casos de Covid-19 com a variante ômicron, eventos privados com público de até 1.500 pessoas são permitidas.

Veja Também