Data palíndromo 22/02/2022 é a última do século 21; místicos fazem revelação sobre este dia

Também chamada de data capicua, a próxima acontecerá apenas em 21 de dezembro de 2112

Postado em: 22-02-2022 às 09h05
Por: Carlos Nathan Sampaio
Também chamada de data capicua, a próxima acontecerá apenas em 21 de dezembro de 2112 | Foto: reprodução

Esta terça-feira (22/02/2022), apesar de ser visivelmente divertida pela quantidade de números 2, também reserva muito misticismo, além de ser uma data palíndromo, ou seja, que da esquerda pra direita ou de trás pra frente se revela a mesma coisa (22022022). Também chamada de data capicua que, assim como a palavra OVO, ou os nomes ANA e NATAN, essa data é a última do século 21. A próxima acontecerá em 21 de dezembro de 2112 (21122112).

Saindo da matemática e indo para o misticismo, sites que falam sobre o assunto informaram que místicos aguardam a data desta terça há tempos, pois acreditam que o número marcará a abertura de um portal cheio significados e energia. Se trata de um “fenômeno” raro, pois de acordo com a psicoterapeuta holística Isah Araújo, 2022 é o ano do secular Portal 22.22.22: um ano importante, pois, encerra o ciclo da sequência 222 deste século.

Essas sequências (2, 22, 222, 2222) se apresentam poucas vezes a cada milênio. No nosso século são: 2000, 2002, 2020 e 2022: os 22 anos mais revolucionários da história. Estamos dentro dessa grande onda energética até 2022. Depois ela volta a se repetir somente a partir de 2200 na sequência 2202, 2220 e 2222.

Continua após a publicidade

Ainda segundo Isah, o dia de hoje marca um “renascimento” e tem, apesar da quantidade de 2 a energia do número 3 (2+2+2+2+2+2=12 e 1+2=3) como missão de transcender a realidade anterior. O 3, segundo a numerologia mística, “leva a ver todas as situações com igualdade, a ter um ponto de vista neutral e equilibrado sobre tudo”.

“É um dia para encontrar os amigos, se reunir para celebrar o dia e usar o riso como ferramenta para elevar a energia. Um momento para expressar a alegria, entusiasmos e otimismo em relação ao futuro”, afirmou a psicoterapeuta.

Veja Também