Rock in Rio Lisboa é marcado por protestos contra governo Bolsonaro; Assista

O festival teve apresentações de artistas como: Anitta, Ney Matogrosso, Post Malone, Johnny Hooker e entre outros.

Postado em: 27-06-2022 às 13h19
Por: Victória Vieira
O festival teve apresentações de artistas como: Anitta, Ney Matogrosso, Post Malone, Johnny Hooker e entre outros | Foto: Reprodução/Twitter/Rock in Rio Lisboa

Na tarde de ontem (26/6), aconteceu o festival de música Rock in Rio na capital de Portugal, Lisboa. O evento reuniu cerca de 150 mil pessoas e foi marcado por manifestações de artistas brasileiros contra o governo Bolsonaro.

O festival teve apresentações de artistas como: Anitta, Ney Matogrosso, Post Malone, Johnny Hooker e entre outros. Além das manifestações políticas, houveram pedidos de paz na Ucrânia.

O primeiro artista a subir no palco Rock Your Street e fazer declarações contra atual gestão do presidente Jair Bolsonaro, foi a banda brasileira Francisco, El hombre. Logo em seguida, Johnny Hooker falou sobre o descaso do governo brasileiro com as vacinas da Covid-19 e citou o seu baixista, André Soares, que infelizmente faleceu em decorrência do vírus.

Continua após a publicidade

“A gente tem um governo genocida no Brasil que atrasou a chegada das vacinas. Meu amigo André, que era meu baixista, morreu de Covid. Por todos que morreram na pandemia com esse governo assassino, nós vamos fazer justiça. Não vamos esquecer vocês”, protestou falando sobre as vítimas da Covid-19 .

O discurso gerou alvoroço no público e os influenciou a protestar contra o governo, ao som de “Fora Bolsonaro”. A mesma coisa aconteceu na performance de Anitta.

A cantora recriou a sua apresentação no Coachella, na Califórnia e deu uma entrevista falando sobre a atual situação da Amazônia. “A Amazônia é uma grande terra de ninguém, uma grande bagunça, lá acontece de tudo, ninguém vê nada. É uma coisa que precisa de atenção, e realmente quem se expõe para falar acaba morto, acaba com a família torturada, acaba tomando um cala boca de algum jeito. Se vier me matar vai ter que aguentar a assombração que eu vou virar para essa pessoa”, ironizou.

Essa não é a primeira em que vez que protestos ocorrem em festivais. O Lollapalooza desse ano também contou com o posicionamento político de artistas nacionais e internacionais e não deixou os parlamentares contentes. Eles chegaram a criar uma discussão sobre impedir artistas de manifestarem politicamente em eventos musicais.

O Rock in Rio no Brasil ocorre do dia 4 de setembro a 11 de setembro, no Parque Olímpico, Rio de Janeiro. O evento contará com apresentações de Justin Bieber, Demi Lovato, Dua Lipa, Avril Lavigne, Coldplay e entre outros.

Veja Também